domingo, 29 de abril de 2018

Passarelas que dão acesso aos trens da CPTM estão abandonadas


Falta de iluminação, sujeira e má conservação são problemas relatados por pedestres que utilizam passagens.

Passarelas que dão acesso aos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) estão sujas, sem iluminação e com mau cheiro.

Uma escadaria enferrujada dá acesso a uma passarela no Brás, no Centro de São Paulo, que passa por cima do trilho da linha 11- Coral da CPTM. A escuridão toma conta do local e assusta quem precisa passar por lá. A única iluminação que auxilia na travessia dos pedestres vem de um imóvel vizinho. Além da falta de luz, a passarela está cheia de buracos, suja e apresenta mau cheiro.

A comerciante Ozeny da Silva diz que tem medo de passar no local e só usa a passarela quando está acompanhada. “Sozinha se passar é fria”.

“Abandonada, suja, cheia de drogado aqui usando droga. Perigoso ser assaltado todo dia aqui, sem segurança, sem luz”, diz o vendedor Marcelo Alves de Almeida sobre a passarela.

A ambulante Josi Ferreira conta que já foi assaltada duas vezes no local. “Foi do lado de lá. Aí ele levou minha bolsa, só que como ele veio pro lado de cá, os meninos, segurança do shopping, me ajudou e eu consegui resgatar minha bolsa”, contou.

Na Lapa, na Zona Oeste da capital, a passarela que passa por cima da estação da CPTM fica aberta das 4h à 0h, mas o local também possui lâmpadas apagadas.

“O problema toda vez é esse cheiro aí, todo molhado, né? E a iluminação hoje tá bem, mas tem dia que não tá muito boa a iluminação aí, não”, afirmou Rafaela Cristina.

Outra passarela em Pirituba, na Zona Norte, entre as estações Pirituba e Piqueri da CPTM, está toda pichada e com parte da mureta de proteção quebrada.

As partes mais altas da passarela estão iluminadas, no entanto, as rampas de acesso tem postes com as lâmpadas queimadas ou quebradas.

Um túnel em Pirituba que passa por baixo da linha 7-rubi da CPTM é uma passagem de carro, mas é muito estreito e só passa um veículo por vez. O pedestre que quer cruzar a túnel deve tomar cuidado para não ser atropelado. A calçada está coberta por um matagal.

A Prefeitura disse que está fazendo manutenção e a limpeza das passarelas. O Departamento de Iluminação Pública informou que já começou a trocar as lâmpadas nas passarelas da Lapa e de Pirituba e que a passarela do Brás é de responsabilidade da CPTM. Já a CPTM nega e diz que a responsabilidade da passarela é da Prefeitura.

Sobre a falta de segurança na passarela na região do Brás, a Secretaria da Segurança Pública disse que o patrulhamento é feito por policiais que circulam a pé e de bicicleta. Ainda de acordo com a SSP, o assunto é discutido com conselhos de segurança do bairro.

Itaquera

Moradores de Itaquera que precisam passar pela passarela Damião Garcia, na Zona Leste de São Paulo, precisam conviver com mato alto e o cheiro de lixo descartado ilegalmente no local.

A passagem cruza os trilhos da CPTM e é um importante acesso à estação Corinthians-Itaquera, da Linha 3-Vermelha.

No local, a reportagem constatou a presença de restos de poda que nunca foram retirados, além de entulho, como restos de móveis e materiais de construção. Por causa do lixo depositado ao lado da passarela, há um cheiro muito forte no local.

G1 – 26/04/2018

Nenhum comentário: