quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Governo paulista adia mais uma vez inauguração da estação de Metrô Mackenzie, agora para janeiro de 2018

Promessa era inaugurar estação até fim de dezembro de 2017; Secretaria de Transportes Metropolitanos diz que faltam vidros e forros e irá multar consórcio por atraso.

O governo do Estado de São Paulo adiou mais uma vez a entrega da estação Higienópolis-Mackenzie da Linha 4 -Amarela do Metrô. A última promessa era inaugurar a estação até o fim de dezembro de 2017. Agora, a obra só deve ser inaugurada em janeiro de 2018 - mas o governo não deu o dia exato em que a entrega deve ocorrer.

A Secretaria de Transportes Metropolitanos informou que faltam instalar alguns vidros e os forros do teto e que multará o consórcio responsável pela obra em R$ 17 milhões por causa dos atrasos da obra.

A segunda fase da linha Amarela do Metrô começou em 2012 e deveria ter ficado pronta totalmente em 2014.

A obra parou durante um ano, após o governo romper o contrato com o consórcio, por não cumprimento do combinado, e foi retomada em agosto de 2016.

O governo do Estado prometeu entregar a estação Higienópolis-Mackenzie e Oscar Freire em 2017, São Paulo-Morumbi em 2018 e a da Vila Sônia, em 2019. Agora, a entrega da estação Higienópolis-Mackenzie foi novamente adiada.

Na manhã desta quarta-feira (27), o governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), falou sobre as obras para 2018, durante uma entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. Alckmin se referia à aprovação do orçamento do Estado para 2018, salientando a conclusão das obras em andamento no próximo ano.

"Eu diria, em suma, que é um orçamento focado na área social, educação e saúde, e muita infraestrutura, porque tem muita obra. Aliás, a Assembleia acabou de aprovar dois grandes financiamentos para obras rodoviárias e para Metrô e trem", afirmou.

Histórico

Em setembro, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse que pretende entregar 19 novas estações de Metrô, monotrilho e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) até março de 2018. As estruturas serão entregues com atraso em relação aos prazos iniciais, assim como ocorreu com as três estações na linha 5-lilás, na zona sul de Sul São Paulo.

A linha chegou a ser prometida para 2014, mas apenas parte dela funciona três anos depois. Alckmin afirma que vai entregar outras seis estações da Lilás e que ainda ficarão prontas as estações da Linha 13-Jade, da CPTM, já em construção, mas que chegaram a ser prometidas inicialmente para 2014 pelo ex-secretário de Transportes Metropolitanos Jurandir Fernandes.

Também estão no pacote duas estações da Linha 4-Amarela do Metrô, que tiveram obras retomadas em 2016 após um ano paradas. A previsão era concluir em 2017, mas a Estação Oscar Freire deverá ser entregue apenas em 2018.

As obras da segunda fase da Linha 4-Amarela começaram em 2012 e os contratos foram assinados no fim de 2011 com o consórcio Corsán-Corviam. Em julho de 2015 o Metrô rescindiu unilateralmente o acordo, pelo não cumprimento por parte da construtora.


G1 – 27/12/2017

Nenhum comentário: