quinta-feira, 27 de julho de 2017

Itaquaquecetuba (SP) sedia audiência pública do Ferroanel nesta quinta


Nesta quinta-feira (27), em Itaquaquecetuba, uma audiência pública discute o licenciamento ambiental do Ferroanel. O evento é às 17h, no Centro Esportivo Municipal (Cemi).
O traçado do ferroanel vai passar pela cidade e também por Arujá, Guarulhos e São Paulo. O Ferroanel Norte é um ramal ferroviário de 53 quilômetros de extensão que interligará as estações de Perus, em São Paulo, e de Manoel Feio, em Itaquaquecetuba, em área contígua ao traçado do Rodoanel.
O Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) do Trecho Norte do anel ferroviário foi entregue em junho ao Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema). Segundo a Dersa - Desenvolvimento Rodoviário S/A, uma primeira audiência já foi realizada em Arujá na terça-feira (25).
Entre outros aspectos gerais sobre o empreendimento, representantes da Empresa de Planejamento e Logística (EPL) e da DERSA informarão à sociedade que a previsão é desapropriar apenas uma propriedade agrícola do município, cuja área será necessária para a execução das obras.
Em todo o traçado serão desapropriados 127 hectares, 31 moradias, 64 edificações vinculadas a atividades econômicas e 77 propriedades agrícolas.
O EIA e o Rima servirão como base para as análises de viabilidade ambiental do empreendimento e sua discussão com a população. O Estudo foi preparado pela DERSA, empresa vinculada ao Governo do Estado de São Paulo, com recursos repassados pela EPL, empresa pública federal.

Ferroanel

A implantação do Ferroanel Norte, iniciativa estratégica entre União e Governo do Estado, possibilitará que os trens de carga que hoje compartilham os mesmos trilhos com os trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) sejam desviados, eliminando o conflito entre cargas e passageiros nos trilhos que cortam o interior da metrópole.
O novo ramal, cuja extensão inclui 6,4 quilômetros no município de Itaquaquecetuba, permitirá a movimentação de cargas do interior do Estado para o Porto de Santos, bem como a passagem de comboios entre o interior e o Vale do Paraíba.
A transposição da Região Metropolitana de São Paulo em uma via dedicada terá a função de transferir cargas, hoje rodoviárias, para o modo ferroviário.
As projeções indicam a retirada a médio prazo de 2,8 mil caminhões/dia das estradas com boa possibilidade desse número superar 7,3 mil caminhões/dia ao longo do tempo.

Audiência Ferroanel em Itaquaquecetuba
Quando: quinta-feira (27)
Horário: 17h
Onde: Centro Esportivo Municipal (CEMI)
Endereço: Rua Manoel Garcia, 160, Centro, Itaquaquecetuba

G1 – 27/07/2017
Comentário do SINFERP
Bem, discutir não custa nada e nem obriga ninguém a nada, não é?

Nenhum comentário: