sábado, 17 de junho de 2017

Bando vende passagem mais barata em estação da CPTM


Um grupo de quatro pessoas foi flagrado pelo Agora vendendo passagens de trens a R$ 3 na estação São Miguel da linha 12-safira da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), na zona leste.

O preço oficial do bilhete comum é R$ 3,80, e a venda de passagens a preços menores é considerada fraude.

As pessoas que cometem essa atividade podem ser autuadas em flagrante.

A gestão dos cartões do Bilhete Único é de responsabilidade da SPTrans, sob gestão João Doria (PSDB), mas as fraudes têm impacto direto também na CPTM e no Metrô, ambas sob gestão do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O grupo atuava dentro da estação, próximo à entrada pela praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, também conhecida como praça do forró.

Eles anunciavam a passagem por valor mais baixo a quem estava entrando na estação.

Resposta

A CPTM afirmou por meio de nota que vai orientar os funcionários da estação de São Miguel por conta da situação relatada pelo Agora.

Segundo a CPTM, 370 pessoas já foram flagradas comercializando ilegalmente ou utilizando indevidamente os créditos de bilhetes especiais nas estações de trens, segundo levantamento até o último dia 7 de junho.

A companhia disse que não atua na parte externa das estações e afirma que colabora com as investigações e que as pessoas flagradas por funcionários da companhia foram encaminhadas para a Polícia Civil.

Correio do Povo de Alagoas – 15/06/2017

2 comentários:

Anônimo disse...

isso ocorre em praticamente todas as estaçoes de trem e metrô. é claro que cabe a seguança das duas companhias e das policias, a prisao desses elemntos, mas tambem cabe ao povo parar de comprar esses bilhetes ilegais.

SINFERP disse...

Caro Anônimo. O povo comprará, invariavelmente, o que for mais benéfico para seus poucos recursos. Afinal, já paga, direta ou indiretamente, para que a segurança pública ou privada cumpra seu papel.