sexta-feira, 17 de março de 2017

Governo de SP abre licitação de quase R$ 548 milhões para manutenção de trens da CPTM


A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) abriu licitação de quase R$ 548 milhões para a manutenção de composições consideradas novas. Oitenta trens fabricados pela empresa espanhola CAF e que ainda não completaram dez anos de uso já estão precisando de reparos.

O edital lançado pelo governo do estado abriu concorrência para a prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva em carros da série 7.000. De acordo com a CPTM, esses trens operam nas linhas 7, 8, 9, 11 e 12.

Segundo o secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, a licitação foi aberta porque os contratos de manutenção estão vencendo.

Na planilha de orçamento estimado, o governo prevê gastar R$ 547.936.325,18. Entre os itens a serem reparados estão sistemas de iluminação, modernização do sistema de reboque e a colocação de escadas auxiliares para desembarque de passageiros fora da plataforma.

A CPTM também abriu licitação para a manutenção destes mesmos itens em trens ainda mais novos, fabricados pela CAF em 2010. São 16 trens que rodam na linha 9-Esmeralda (que liga Osasco ao Grajaú). Neste caso, o orçamento estimado é de R$ 127 milhões.

A compra acontece num momento em que os problemas na CPTM crescem a cada dia. Já são pelo menos 46 ocorrências neste ano, segundo um levantamento do SPTV.

O presidente do Sindicato dos Ferroviários da Sorocabana diz que o valor seria mais baixo se a companhia usasse sua própria mão de obra. “Se a gente tem o equipamento funcionando direitinho, com boa manutenção, a gente não tem que estar preocupada com escada para passageiro descer no caminho”, disse Isac de Almeida.

Segundo o secretário Pelissioni, as escadas não são um atestado de que os problemas nas linhas vão continuar. “Representam apenas 1,5% do valor do contrato, e é importante que a gente possa pedir para eventualmente a melhoria da operação de condições que possam surgir adversas”, disse. “Mas não estamos pensando que [os problemas] vão aumentar. Pelo contrário, estamos trabalhando para as ocorrências diminuírem”.

Sobre a terceirização da manutenção dos trens, a CPTM disse que esse é um modelo que se mostra vantajoso há 15 anos e que a contratação por meio de licitação é similar ao praticado por empresas ferroviárias internacionais.

G1 - 10/03/2017

Comentário do SINFERP

Ah, os contratos em vigor estão vencendo, e esse edital é uma forma legal de dar continuidade aos mesmos? Já entendemos! Como se qualquer ferroviário não souber dizer, antecipadamente, quais  serão os vencedores, não é? Ah, o modelo de licitação é “similar” ao praticado por empresas ferroviárias internacionais? E quem garante isso é a CPTM? Puxa! Quanta credibilidade nessa informação.

8 comentários:

Anônimo disse...

Depois da vassoura , aquela vassoura jogada na linha 9

o chuchu veio com outra "Agulha no palheiro" .

É de lascar , viu:
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/agulha-em-palheiro-diz-alckmin-sobre-problemas-em-trilhos-da-cptm.ghtml

SINFERP disse...

I picolé deu agora para ser divertido. Afinal, se o sistema metroferroviário paulista transporta milhões, dane-se se com conforto e principalmente com segurança, não é?

Anônimo disse...

Me lembra a tal CBTU.

SINFERP disse...

Tudo na CPTM continua lembrando a CBTU.

Anônimo disse...

Agora , domingo 19/03/2017 , um bando de "ferropuxasaco"
aompanhando a entrega da frota P do Metrô-SP.

SINFERP disse...

A, são tipinhos conhecidos. Puxam o saco da CPTM e do Metrô para com isso obter licença para fotografar trens, e principalmente para cair nas graças e conseguir cargos, normalmente em tração. Formam legião.

Anônimo disse...

O atual presidente da CPTM foi durante muito tempo comentarista do principal fórum de ferro-fãs da intranet.

SINFERP disse...

Na CPTM? Ah, fazem "carreira" puxando o saco das operadoras, do governo e da indústria ferroviária. É uma prática antiga.