sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Usuários aguardam fim de obra estação da CPTM em Suzano


Moradores e passageiros da CPTM, em Suzano, esperam a entrega de parte da estação de trem. É que, há quase um ano, só metade dela foi inaugurada. E são obras que não têm fim. Esse trabalho todo começou em 2011. E uma outra expectativa é com a passarela que está prevista para ser liberada ainda nesse primeiro semestre. Uma alternativa para pedestres que vão se livrar do trânsito de uma das avenidas mais movimentadas do centro.

Ela promete facilitar a vida dos pedestres e trazer mais segurança. “Prá gente que anda mais devagar vai ser mais seguro” disse a pensionista Sônia Maria. Já tem quase uma semana que a passarela da nova estação de Suzano começou a ser preparada. Ela passa por cima da rua Prudente de Moraes e as pessoas poderão atravessar de um lado para o outro, sem precisar esperar o farol.  “Ficamos as vezes esperando 10 ou 15 minutos. E o ônibus para em cima da faixa, você não vê se o semáforo está aberto, se dá prá atravessar. É bem difícil, a passarela vai ajudar bastante” disse a cozinheira Naudina Silva.

Uma ponta fica ao lado da estação, mas todo mundo pode acessar sem pagar a tarifa do trem. A outra ponta fica no lado oposto, em um terreno.  Segundo a CPTM, para inauguração faltam algumas etapas como as instalações do acesso e do bicicletário, além do elevador e da escada rolante. “Acho importante para os pedestres, com dificuldade de andar” disse o aposentado José Pedro Pereira.

No local, além de máquinas, funcionários trabalham nos serviços de alvenaria e concretagem na escada fixa da passarela. O prazo para o término da obra é o primeiro semestre desde ano. A obra da passarela custa mais de R$ 9 milhões. A estação de Suzano, custou cerca de R$ 46 milhões.

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informou que está verificando a entrega da outra parte da estação e assim que tiver uma posição, vão se posicionar sobre o assunto.

G1 – 19/01/2017

Comentários do SINFERP

CPTM: a empresa do “quase”: quase-qualidade, quase-segurança, quase-conclusão de obras...

Nenhum comentário: