terça-feira, 29 de novembro de 2016

CPTM começa a aceitar bilhete com QR Code em estações de trem de São Paulo




A nova extensão do Tecnoblog está pronta.Baixe agora!
A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) começou a aceitar um novo tipo de bilhete com QR Code em quatro estações de trem da região metropolitana de São Paulo. Ainda em caráter de testes, o sistema é desenvolvido pela Autopass e deve substituir os tradicionais bilhetes com tarja magnética.

As estações da CPTM suportam os cartões de plástico (Bilhete Único e BOM), mas a companhia diz que cerca de 20% dos usuários ainda compram o velho bilhete unitário. Se tudo der certo, a tarja magnética será trocada pelos papéis com QR Code, que já podem ser lidos nas estações Vila Aurora (Linha 7-Rubi), Autódromo (Linha 9-Esmeralda), Tamanduateí (Linha 10-Turquesa) e USP Leste (Linha 12-Safira).

E qual a vantagem? Como o QR Code é facilmente impresso, diferente da tarja magnética, os bilhetes poderão ser emitidos por máquinas automáticas — até hoje, a venda dos bilhetes unitários no Metrô e na CPTM depende das bilheterias nas estações. Além disso, a ideia é que no futuro você consiga comprar a passagem por aplicativos: basta aproximar a tela do smartphone com o QR Code no leitor da catraca e passar.
Ou seja, com o QR Code, os custos de operação se tornam menores e as filas são reduzidas. Há outras tecnologias mais avançadas para isso (a Samsung já demonstrou interesse em fazer o Samsung Pay funcionar em catracas de transporte público, e o Felica é bem popular no Japão), mas o QR Code é bem mais acessível: basta ter um dispositivo com uma tela, e a gente já tem um no bolso.
Segundo a CPTM, as próximas estações a receberem catracas com QR Code serão Lapa (Linha 8-Diamante), no dia 5 de dezembro, e Dom Bosco (Linha 11-Coral), a partir de 12 de dezembro — as estações com maior taxa de compra de bilhetes magnéticos estão sendo priorizadas. O período de testes vai durar seis meses.
Tecnoblog – 28/11/2016
Comentário do SINFERP
Enquanto isso, sindicatos de ferroviários e os próprios ferroviários dormem em berço esplêndido.  

Nenhum comentário: