terça-feira, 1 de novembro de 2016

Após 2 anos, monotrilho (SP) opera em horário integral


Linha 15-Prata foi inaugurada em 2014, mas só funcionava em determinado horário.
Inaugurada há mais de dois anos, somente nesta quarta-feira (26) a Linha 15-Prata do monotrilho passa a funcionar em horário integral, das 4h40 à meia-noite. Antes, o trecho, que tem somente duas estações, Vila Prudente e Oratório, operava das 6h às 20h. Com o novo horário, a expectativa é receber, em média, 13,3 mil pessoas por dia.
Aos sábados, o funcionamento será até meia-noite, a exemplo da Linha 5-Lilás.
A ampliação do atendimento foi anunciada ontem  pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), em visita a uma estação do monotrilho, que está em obras. O trecho  tem 2,3 km e já transportou cerca de 3,9 milhões de pessoas em pouco mais de dois anos.
A mudança também pode ser  comemorada pelos ciclistas, que agora podem levar suas bikes nos dias úteis, entre 20h30 e meia-noite, nos trens. Aos feriados, o transporte é livre, assim como no fim de semana a partir das 14h do sábado até a meia-noite do domingo. Os dois bicicletários da linha, um em cada estação, funcionarão no mesmo horário da operação comercial.
Vistoria
Durante visita às obras da futura Estação Jardim Planalto da Linha 15-Prata, Alckmin exaltou o “estágio avançado” da construção, que está “80% concluída”, numa área de 7,7 mil metros.
A Estação Jardim Planalto faz parte do segundo trecho prioritário de obras do monotrilho, que inclui 13 quilômetros de vias elevadas e outras sete estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói, Vila União, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus.
Até a última parada desse trecho, todos os pilares e vigas já foram instalados. Quando concluída, a extensão entre as estações Vila Prudente e São Mateus deve conectar as regiões Leste e Sul a toda a rede de trilhos paulista. A expectativa é de que o serviço atenda 400 mil pessoas por dia, com 27 trens. Alckmin prevê que a entrega da construção ficará para o 1 semestre de 2018.
“É uma obra muito importante para São Paulo. Com um transporte de alta capacidade e qualidade como a Linha 15, vamos ter um grande desenvolvimento, atraindo empresas e melhorando a qualidade de vida. E, com a Prefeitura, uma grande requalificação urbana aqui na Avenida Anhaia Mello”, disse o governador.
O tucano destacou ainda que a construção simultânea das oito estações do monotrilho geram mais de dois mil empregos diretos. O trecho das duas estações existentes permite a integração gratuita com a Linha 2-Verde.
Diário de São Paulo – Rena Xavier – 26/10/2016
Comentário do SINFERP
Transporte de “alta capacidade”? Rsrsrsr Desde quando?

2 comentários:

Anônimo disse...

Obra com planejamento inflacionada .....

SINFERP disse...

Rsrsrsr Em 2018 vai para 2020, depois para 2022...