quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Todo mundo "ligado": Diário Oficial de 20/09, pag. 20.


Audiência Pública para prestar esclarecimentos, colher sugestões e contribuições com vistas à PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE Trens Unidades Elétricos das Séries 2000, 2070 (2000 fase II), 2100, 3000, 7000, 8500, 9000 e 9500 da CPTM, co fornecimento de materiais, insumos e equipamentos..

7 comentários:

Anônimo disse...

novo capitulo do cartel? os contratos que estao vencendo já se mostraram ineficientes, tanto do ponto de vista tecnicooperacional quanto do ponto de vista financeiro, alem de aumentar a corrupçao com a relaçao gestor do contrato X contratada. agora vem com mais força, pois incluem a serie 9000 e até os trens que ainda nem foram entregues em sua toatliade !! alem disso, dos trens já terceirizados, o 2100 e 3000 precisam urgente de modernizaçao, pois nao tem mais condiçao de rodar. pela KM atual do 7000/7500 quem pegar terá de arcar com uma RG, e pelo fato do estaod deploravel de manutençao que as atuais contratadas deixaram, os custos de manutençao pesada serão altos. e quem irá pagar esses custos? a contratada?

SINFERP disse...

Nós pagaremos esses custos, como sempre. "Les" precisam sempre de novos contratos para movimentar os "negócios" deles. É sempre assim, não é?

Anônimo disse...

Claro ! Consórcio TNT detona trem !

Peças de reposição "Made in China "!

Como esperar tal confiabilidade !

Anônimo disse...

Com a aposentadoria dos trens antigos (só vão sobrar o 1700 na linha 7 e na extensão de Jundiaí e o 5400 na extensão gratuita de Amador Bueno), será o fim definitivo da manutenção própria da CPTM e a pergunta que fica e aonde vão colocar mais quase 800 funcionários dos três abrigos e das Oficinas DORO de Altino, já que nem um quarto desse número é necessário para a fiscalização dos contratos.

SINFERP disse...

Eis uma boa pergunta. Interessante é que continua contratando... Sem contar a conversa de concessão de linhas, etc... Na CBTU, no Nordeste, bilheteiros já foram terceirizados... E categoria não está "nem ai" com essas movimentações... Foi igual no tempo da FEPASA.

Anônimo disse...

É verdade, ferroviário é muito alienado. Se tiver hora extra e adicional noturno está ótimo. Quero ver quando não tiver mais setor para ele trabalhar e fazer hora extra...

SINFERP disse...

Ah, muitos durão que são perseguidos, discriminados, e outros que finalmente serão reconhecidos e valorizados pelos novos "patrões". Filme conhecido....