quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Linhas de trem de SP apresentam uma falha a cada três dias, diz levantamento

As linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) tiveram um problema a cada três dias neste ano em São Paulo, aponta levantamento do SPTV. Desde janeiro, foram 68 problemas. , quando um problema de energia afetou as Linhas 7- Rubi, 11- Coral e 12-Safira. O SPTV entrou em contato com a CPTM para saber sobre as falhas e a modernização da rede, mas a companhia não retornou até a publicação desta reportagem.

Para o consultor de transportes Peter Alouche, uma das explicações para tantos problemas está na forma como está sendo feita a modernização da rede. “A vinda dos trens novos não casa com a implantação da sinalização que está sendo também implantada e que não casa com a implantação das subestações da rede elétrica que está sendo feita”, disse o especialista.

atrapalha a operação. Falha A falha registrada nesta terça ocorreu entre as estações Itaquera e Tatuapé. Perto da estação Tatuapé, passageiros desceram nos trilhos e a circulação parou. Os problemas acabaram prejudicando também a linha 12-Safira, que teve que funcionar com velocidade reduzida na região. Na Linha 7- Rubi um trem ficou sem energia entre as estações Ainda segundo o consultor, o fato de a CPTM não ter pátios de manutenção é outro ponto que Palmeiras-Barra Funda e Luz.

Os trens ficaram parados cheios de gente e muitas pessoas resolveram desembarcar nos trilhos. Só depois que todo mundo saiu é que a circulação voltou ao normal. A CPTM informou que, em casos como este, os passageiros nunca devem andar pelos trilhos sem acompanhamento ou autorização. Alguns passageiros reclamaram que, quando chegam atrasados, há desconto no salário devido à falha. "Toda vez que acontece isso, desconta da gente", diz a balconista Marineide Oliveira. "O trem ficou parado mais de meia hora em Guaianazes, e as pessoas começaram a passar mal", afirmou ela.


Jornal de Floripa – 02/08/2016

Nenhum comentário: