quinta-feira, 7 de abril de 2016

Metrô de São Paulo tem prejuízo de R$ 19 mil com briga de torcidas

Foram destruídos vidros, janelas e bancos de um trem, segundo a empresa. Secretário de Segurança diz que 43 torcedores foram identificados.

O Metrô informou em nota, nesta quinta-feira (7), que o prejuízo com a briga entre torcedores do Palmeiras e Corinthians na estação Brás é de R$ 19 mil. Foram destruídos vidros, janelas e bancos de um trem, além dos estragos em material de reposição e de limpeza da estação.

O texto ainda informa do “prejuízo social”, pois a circulação dos trens ficou interrompida por mais de 50 minutos. O Metrô diz que deve acionar a Justiça após a identificação dos responsáveis.

Briga de torcidas

O secretário da Segurança Pública de São Paulo, Alexandre de Moraes, afirmou que 43 torcedores envolvidos na confusão entre as torcidas Mancha Alvi Verde, do Palmeiras, e Gaviões da Fiel, do Corinthians, que resultou um uma morte e feridos no último domingo (3) já foram identificados. O secretário, que esteve em  Cerquilho (SP), nesta quinta-feira (7), afirmou que os torcedores serão encaminhados para a Federação Paulista para que sejam banidos dos estádios.

 “Já identificamos 43 torcedores que se envolveram em ocorrências. Vamos encaminhá-los para a Federação Paulista para serem banidos de frequentar qualquer estádio. Vamos também encaminhar para o Ministério Público e ao Poder Judiciário para medidas penais. Mas não basta somente identificar e punir. Nós vamos identificar aqueles que lideram esses 43. A legislação penal no Brasil é fraca, pois o artigo específico do estatuto do torcedor é brando. Temos uma legislação fraca, mas podemos trabalhar com o que existe”, ressalta.

Briga entre torcidas

Em São Miguel Paulista, na Zona Leste de São Paulo, um homem que passava pela região e não fazia parte de nenhuma torcida, segundo a polícia, morreu e três pessoas foram detidas. Cerca de 50 torcedores dos dois times se encontraram na estação São Miguel Paulista da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), na Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, por volta das 10h20.

Durante a confusão, houve um disparo de arma de fogo, que atingiu o pedestre no coração. A vítima não resistiu aos ferimentos. Foram apreendidas barras de ferro e pedaços de madeira. O caso será registrado no 63º DP, da Vila Jacuí.


G1 – 07/04/2016

Nenhum comentário: