sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Procon Estadual (RJ) pede a Supervia plano de acessibilidade dos trens

O Procon Estadual vai enviar um ofício à Supervia para que apresente o plano de acessibilidade dos trens e das estações, bem como o prazo de implantação destas medidas. A partir do recebimento do ofício, a concessionária terá um prazo de quatro dias úteis para apresentar o plano na sede da autarquia.
De acordo com a autarquia, a falta de segurança nas dependências de trens do Rio tem provocado reclamações dos usuários. Apesar de a Lei Federal da Acessibilidade ter sido publicada no ano 2000, ainda são muitos os problemas que os portadores de necessidades especiais enfrentam todos os dias.
O Portal manchete entrou em contato com empresa e ela  ressaltou que o plano de acessibilidade está previsto em contrato de concessão e segue em andamento. A concessionária também disse estar ciente, que possui uma infraestrutura construída há mais de 150 anos e declara que para dar atenção aos passageiros que necessitam de apoio, adota as regras de acessibilidade assistida. Disponibilizando funcionários treinados e capacitados para prestar auxílio imediato a estes clientes, tanto no acesso ao sistema, quanto no deslocamento pelas estações e embarque/desembarque das composições.
Ainda destacou, que desde 2011, quando uma nova gestão assumiu, a SuperVia está investindo R$ 376 milhões na reforma e modernização de todas as estações do sistema ferroviário, como instalação de elevadores, escadas rolantes, rampas de acesso, piso tátil, adaptação de bilheterias, banheiros, construção de cobertura nas passarelas, plataformas, recuperação dos pisos, nova comunicação visual e iluminação.
Finalizou dizendo que, as estações São Cristóvão, Deodoro, Engenho de Dentro, Vila Militar, Magalhães Bastos e Ricardo de Albuquerque, encontram-se em reformas e que até 2020 todo o sistema ferroviário terá passado por reparo.

Manchete Online – 26/02/2016

Nenhum comentário: