quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Falha paralisa linha da CPTM por mais de uma hora na zona leste de SP

Uma falha na Linha 11 - Coral, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) na manhã desta quinta-feira, 3, paralisou a circulação de trens por ao menos uma hora e meia e fez com que passageiros descessem nos trilhos. Uma multidão ocupou a plataforma e as ruas ao redor da Estação Guaianases, na zona leste de São Paulo.

O problema aconteceu após um trem que fazia manutenção na Estação José Bonifácio quebrar e bloquear a passagens de composições em direção à Estação Luz, por volta das 4h30.

Segundo a CPTM, a linha teve de ser paralisada por causa de passageiros que desceram de um trem parado entre as Estações Guaianases e José Bonifácio, às 5h45. A companhia diz que os usuários haviam sido orientados a esperar a retirada do trem à frente, que bloqueava a via há mais de uma hora.

A paralisação causou o represamento de passageiros que vinham da zona leste e ficaram à espera de transporte na troca de trens em Guaianases. A troca de trens é obrigatória para usuários que partem do Terminal Estudantes, em Mogi das Cruzes, em direção ao centro de São Paulo.

Mesmo com a circulação paralisada, o aplicativo de celular da CPTM, que informa a situação operacional da companhia aos usuários, mostrava "situação normal" em todas linhas

Com as portas da Estação Guaianazes fechadas, uma multidão ocupou as ruas que dão acesso à linha, disputando as linhas de ônibus que passavam nos pontos. A Rua Salvador Gianetti, por onde passa a maior parte das linhas de ônibus que atendem a estação, ficou completamente congestionada com o fechamento das vias pela multidão.

A CPTM disse ao jornal O Estado de S. Paulo que optou por não acionar o Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte de Emergência (Paese), que oferece vans e ônibus alternativos para transportar passageiros ao destino final, porque o bloqueio foi causado pelos passageiros. A companhia disse que a operação da Linha 11 - Coral foi normalizada às 6h55.

R7 – 03/12/2015

Comentário do SINFERP


Ah... A ”culpa” é dos usuários, pois não esperaram que um trem a frente e que estava bloqueando a via por mais uma hora fosse retirado. Mas que gente intolerante, né? Afinal, nada mais fazem na vida do que esperar que trens sejam retirados. Quanta intolerância...

Nenhum comentário: