terça-feira, 27 de outubro de 2015

Trem de Guararema é a nova opção turística em São Paulo

Passeio conta com a maior locomotiva movida a vapor em operação no País, a Maria-Fumaça 353, recentemente restaurada.

A região metropolitana de São Paulo conta com uma nova atração turística. É o “Trem de Guararema”, com a maior locomotiva movida a vapor em operação no País, a Maria-Fumaça 353, recentemente restaurada. O passeio inaugural cumpriu um trajeto de 5,5 km, no final da semana passada, iniciando as operações do projeto. A autorização foi emitida este ano pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), vinculada ao Ministério dos Transportes. 
Conhecida como “Velha Senhora”, a locomotiva conta com três carros de passageiros da década de 1930 que comportam, ao todo, 150 passageiros. O projeto de restauração envolveu a Prefeitura de Guararema, órgãos públicos federais, iniciativa privada e entidade de preservação da memória ferroviária.
Completamente revitalizada, a locomotiva atende objetivos de preservação ferroviária, resgate histórico, além de fomento ao turismo cultural. Atualmente no trecho de Guararema circulam diariamente dois pares de trens de celulose operados pela MRS Logística, oriundos da Votorantim. O passeio turístico com a locomotiva será realizado nos finais de semana e feriados.
“Velha Senhora”

Fabricada nos Estados Unidos em 1927 e completamente restaurada para rodar em Guararema, a Maria-Fumaça 353 percorre a estação Central e Luís Carlos, em um trecho de aproximadamente 5,5 quilômetros. O projeto “Trem de Guararema” será utilizado como um projeto piloto para outros municípios que tenham viabilidade técnica para a implantação do passeio. A Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) ficará responsável pela operação e manutenção do serviço turístico da locomotiva. Estão previstas também atividades pedagógicas e artísticas voltadas à história do município e do transporte ferroviário.

O ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, participou da inauguração. Durante pronunciamento, ele destacou que desde 2003, há o Plano de Revitalização das Ferrovias, que tinha entre os seus objetivos resgatar o transporte ferroviário de passageiros e, a partir de então, foram criadas as condições para o funcionamento de trens turísticos. “A Maria Fumaça de Guararema é fruto desse esforço, ao mesmo tempo em que estimula o turismo e a conservação do patrimônio histórico e cultural do Vale do Paraíba”, afirmou.
O ministro lembrou ainda que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) já autorizou entre 2004 e 2015 a implantação de 24 trens turísticos em oito Estados (MG, RS, SC, PR, MS, SP, ES e RJ). Atualmente, 14 estão em operação em cinco estados (MG, RS, SC, SP e ES). “Projetos como este, em outros países, atraem muitos turistas. Por isso, é de grande importância a sua implantação em outros locais”

Portal Brasil - 21/10/2015

2 comentários:

Paulo Lima disse...

Tomara que der certo, e que não seja fracassado (igual o que acontece com VLTs das vida) igual que aconteceu com o trem turístico de São Roque-SP. Onde a administração anterior inaugurou e depois não funcionou direito (ou seja, a Maria Fumaça só andou na inauguração), e depois veio outra administração (logico: De Oposição) não deu continuidade ao passeio de tem, e agora o Prefeito quer vender os trens e desfazer tudo o que foi feito do trem turístico.
E sem falar do Trem Turístico entre Salto-SP e Itu-SP, que desde 2012 as obras encontrasse abandonada, e sem previsão pare retomada. Revolta.
Tomara que esse Trem de Guararema-SP, der certo.

SINFERP disse...

Deve ter o mesmo destino dos demais.