sábado, 5 de setembro de 2015

Licitação para implantar trem de passageiros ligando o DF ao Entorno dever ser lançada em setembro

Linha entre Brasília e Goiânia também foi discutida em reunião.
No próximo dia 17 de setembro, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) vai lançar chamamento público para que empresas privadas apresentem interesse na execução do projeto que pretende ampliar a destinação dos 76 quilômetros da linha férrea entre Brasília e Luziânia (GO), na região do Entorno do DF, para o transporte de passageiros. Os vagões que trafegam entre as duas cidades só levam cargas. 
O plano avançou graças ao envolvimento dos governadores do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, e de Goiás, Marconi Perillo. Na tarde desta segunda-feira (17), eles se reuniram no Ministério dos Transportes com o ministro Antônio Carlos Rodrigues e debateram assuntos de interesse da população do Entorno. 
Além da utilização da ferrovia para conduzir pessoas, foram discutidas ações que possibilitem estender o Expresso Sul até Luziânia. Os ônibus articulados vão até Santa Maria, no DF. 
Outro assunto relevante debatido foi a expectativa de a ANTT lançar, até 30 de outubro, o procedimento de manifestação de interesse para iniciar as propostas de construção do trem de média velocidade que ligará Brasília e Goiânia.  
O governador do DF, Rodrigo Rollemberg, destacou que os projetos relacionados à adaptação da linha férrea e da expansão do Expresso Sul vão melhorar a qualidade de vida daqueles que residem em Águas Lindas, na Cidade Ocidental, em Luziânia, no Novo Gama, em Santo Antônio do Descoberto e em Valparaíso.  
— Os números mostram que 15% dos trabalhadores do DF residem no Entorno, e é justamente essa parcela significativa que será atendida por essas mudanças. 
Marconi Perillo ressaltou a parceria entre as unidades da Federação para driblar a falta de recursos financeiros e tocar iniciativas importantes.  
— Essa relação excelente entre os governos de Goiás e de Brasília tem contribuído para darmos sequência à resolução de problemas como esses que afetam a população do Entorno. 
R7 – 18/08/2015

2 comentários:

Paulo Lima disse...

Materia interessante. A reportagem falando que em alguns casos. O VLT pode ser muito melhor que BRT. Legal a matéria, pena que isso ainda não convence os Prefeitos e GOvernadores. Abraços ao amigos do blog!

http://viatrolebus.com.br/2015/09/vlt-pode-ser-mais-eficaz-que-brt-em-atrair-usuarios/

Paulo Lima disse...

Sobre esses trens que o Governo do DF promete. Espero que não passe só de promessa, e sim que realmente ocorra uma licitação para projetos e obras.
Perai??? Lembrei!! Puts!! Acho que ainda vai ser licitação para o projeto básico, pra que ainda seja inaugurada no papel, pra depois decidir se define quele projeto, ou refaz outro projeto(que leva mais anos) ou jogue tudo para gaveta. Meus deus.... não acredito nesse trem não.

E o VLT de Brasilia, será que esse atual Governador realmente está interessado de retomar o projeto e as obras, que seria o legado do Ex-Governador Arruda?? Esperamos que sim. Que esse Governador não abrace os "mandos dos interesses" dos empresários de ônibus e a ideia do Arquiteto Jaime Lenner (o Pai do BRT de Curitiba) dos BRTs.