quinta-feira, 9 de julho de 2015

Tufão 'Linfa' leva China a interromper serviço de trens e a fechar escolas

Navios foram forçados a voltar ao porto da província de Cantão, no sul. Já Zhejiang, leste, se prepara para a chegada de outro tufão, o 'Chan-Hom'.

O governo da China suspendeu os serviços de trens, fechou escolas e obrigou que vários navios retornassem ao porto da província de Cantão, no sul do país, por causa da chegada do tufão "Linfa" nesta quinta-feira (9). Mais de 700 mil pessoas foram afetadas.

O fenômeno atingiu a cidade de Shanwei, no sul de Cantão, por volta das 12h locais (1h em Brasília), com ventos de até 126 km/h, segundo as autoridades meteorológicas do país.

Já a província de Zhejiang, no leste da China, se prepara para a chegada de outro tufão, o "Chan-Hom", que deve trazer intensas chuvas e fortes ventos ao país na sexta (10).

As autoridades alertaram que o Chan-Hom pode aumentar de força enquanto se desloca rumo à costa leste chinesa e tem chances de se transformar em um supertufão.

O Chan-Hom atingirá também à província vizinha de Fujian, onde mais de 10 mil pessoas foram retiradas de suas casas desde o início da semana como uma medida de precaução.

Na terça (7), o governo ativou o nível três de emergência e suspendeu os serviços dos barcos que ligam Fujian à ilha de Taiwan.


G1 – 08/07/2015

Nenhum comentário: