quinta-feira, 30 de julho de 2015

SuperVia (RJ) apura atropelamento de morto por trem após autorização de funcionário

A SuperVia, empresa responsável pelo serviço de trens do Rio de Janeiro, apura a atitude de funcionários que autorizaram a passagem de um trem sobre o corpo de um homem morto, que estava estirado nos trilhos, na altura da Estação Madureira, na zona norte da cidade. O caso aconteceu na tarde desta quarta-feira (29).

Um vídeo publicado pelo site comunitário Guadalupe News mostra um agente da concessionária sinalizando com a mão para que o maquinista da composição que havia parado seguisse viagem, passando por cima do corpo. O homem que estava nos trilhos havia acabado de ser atropelado por outro trem.
O caso está sendo investigado também pela 29ª Delegacia de Polícia, em Madureira. Em nota, a SuperVia disse que "o procedimento adotado na tarde da última quarta-feira, em que um trem seguiu viagem em velocidade reduzida na linha bloqueada em função de um atropelamento, está fora dos padrões adotados pela concessionária".
Uol Notícias  - 30/07/2015

Comentário do SINFERP


Tinha que ser na SuperVia...

Nenhum comentário: