quarta-feira, 22 de julho de 2015

Secretário municipal de São Paulo conhece o projeto do aeromóvel de Canoas (RS)

Canoas - O projeto do aeromóvel que está sendo implantado em Canoas poderá servir de referência para a capital paulista. A revelação é do secretário de Transportes e Mobilidade de São Paulo, Jilmar Tatto, que está em Porto Alegre e interessou-se em conhecer o trabalho desenvolvido em Canoas. Na tarde desta segunda-feira, 6 de julho, ele participou de uma reunião com o Comitê de Assessoramento para o Processo de Implantação do Aeromóvel em Canoas, na sede da Trensurb.
Conforme o coordenador do Comitê, secretário municipal da Fazenda, Marcos Bosio, Tatto considerou o aeromóvel uma solução viável para o transporte coletivo urbano de São Paulo, que estuda a possibilidade de implantar projeto semelhante. Ele foi informado sobre as atividades desenvolvidas atualmente pela empresa Aeromovel Brasil S.A. para a linha 1, que ligará os bairros Guajuviras e Mathias Velho.
Recursos

Bosio informou que, nesta segunda-feira, o Município liberou a primeira parcela, no valor de R$ 1,5 milhão, que será utilizado para o início do projeto executivo da via elevada de 5,9 quilômetros e das nove estações, realocação da rede elétrica e interferências urbanas da linha 1. O orçamento total desse trecho é de R$ 287 milhões, recursos do Ministério das Cidades e contrapartida de R$ 15 milhões do Município. O contrato assinado com a Aeromovel Brasil, em junho passado, totaliza R$ 149,26 milhões.

Participaram da reunião com Jilmar Tatto, o secretário adjunto de Transportes e Mobilidade, Euclides Coimbra; o presidente da Trensurb, Humberto Casper; o diretor da Aeromovel Brasil, Marcus Coester, técnicos da Trensurb e deputados.
noas poderá servir de referência para a capital paulista. A revelação é do secretário de Transportes e Mobilidade de São Paulo, Jilmar Tatto, que está em Porto Alegre e interessou-se em conhecer o trabalho em Canoas. Na tarde desta segunda-feira, 6 de julho, ele participou de uma reunião com o Comitê de Assessoramento para o Processo de Implantação do Aeromóvel em Canoas, na sede da Trensurb.
Conforme o coordenador do Comitê, secretário municipal da Fazenda, Marcos Bosio, Tatto considerou o aeromóvel uma solução viável para o transporte coletivo urbano de São Paulo, que estuda a possibilidade de implantar projeto semelhante. Ele foi informado sobre as atividades desenvolvidas atualmente pela empresa Aeromovel Brasil S.A. para a linha 1, que ligará os bairros Guajuviras e Mathias Velho.
 de 5,9 quilômetros e das nove estações, realocação da rede elétrica e interferências urbanas da linha 1. O orçamento total desse trecho é de R$ 287 milhões, recursos do Ministério das Cidades e contrapartida de R$ 15 milhões do Município. O contrato assinado com a Aeromovel Brasil, em junho passado, totaliza R$ 149,26 milhões.

Participaram da reunião com Jilmar Tatto, o secretário adjunto de Transportes e Mobilidade, Euclides Coimbra; o presidente da Trensurb, Humberto Casper; o diretor da Aeromovel Brasil, Marcus Coester, técnicos da Trensurb e deputados.

Correio de Notícias – 07/07/2015

Nenhum comentário: