quarta-feira, 24 de junho de 2015

Processo ambiental para a 2ª fase do VLT de Santos (SP) está em andamento, diz Alckmin

Anúncio foi feito pelo governador do Estado durante visita ao litoral de SP. Ligação será da estação Conselheiro Nébias até o Centro de Santos.

Após alguns problemas que atrasaram a primeira etapa das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na avenida Francisco Glicério, em Santos, no litoral de São Paulo, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou o início do licenciamento ambiental para a 2ª fase dos trabalhos.

"Estamos liberando recursos para a conclusão de todas as obras da primeira etapa do VLT. Serão 19 estações e 15 km de percurso entre São Vicente e Santos. Já estamos terminando o projeto executivo e o licenciamento ambiental da 2ª fase, com mais 14 km e 16 estações", disse o governador durante as inaugurações de novas estações, em Santos.

Segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), que gerencia os trabalhos do VLT na região, a previsão é de que a assinatura do contrato com a empresa vencedora da licitação aconteça ainda neste ano. Já as obras têm previsão de conclusão para 2016. Conforme cronograma anunciado pela EMTU, a conexão do novo traçado será feita na estação Conselheiro Nébias com interligação até o Centro de Santos.

Funcionamento

Parte do trajeto do VLT que já está pronto deve começar a operar em dezembro deste ano. O chamado Sistema Integrado Metropolitano (SIM) foi confirmado por meio de uma Parceria Público Privada (PPP) com o Consórcio BR Mobilidade. Com isso, o usuário poderá utilizar as duas plataformas (ônibus e trem) pagando R$ 3,80 pelo serviço. Já as passagens do VLT devem custar R$ 3,60. O prazo estipulado para instalação do sistema é de 180 dias.


G1- Orion Pires - 24/06/2015

Nenhum comentário: