sexta-feira, 5 de junho de 2015

Funcionário do metrô (SP) é denunciado por assédio pela 3ª vez

Assédio no metrô: homem teria se masturbado dentro de um vagão enquanto encarava uma jovem de 23 anos. Esta foi a terceira vez que o mesmo funcionário foi detido por assédio.

São Paulo - Uma mulher de 23 anos denunciou um funcionário do metrô de São Paulo por se masturbar na frente dela, dentro de um vagão. Essa foi a terceira vez em seis anos que o mesmo homem se envolveu em casos de assédio.
Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o homem foi detido em flagrante na manhã da última sexta-feira após a jovem avisar a seguranças que ele havia se masturbado e mostrado o pênis para ela dentro de um vagão. Os dois seguiam na linha 1-azul, no sentido do Jabaquara.
De acordo com a vítima, o assédio ocorreu no início da manhã de sexta, quando o vagão estava vazio. Ela relatou que ele teria a encarado com a mão dentro da calça. Depois, colocou o pênis para fora da roupa e o apontou para ela.
O funcionário desembarcou quando o trem chegou na estação Jabaquara, mas foi seguido pela vítima que avisou os seguranças. Ele foi detido antes que pudesse deixar a estação.
Na Delegacia do Turista, para onde foi encaminhado, assinou um termo circunstanciado por ato obsceno e importunação ofensiva ao pudor e depois foi liberado.
Segundo a polícia, o suspeito foi detido pela primeira vez em 2009, quando ainda não trabalhava para o metrô. Na segunda, em 2013, já estava na função atual, mas o assédio não chegou ao conhecimento da empresa.
Em nota enviada ao jornal, o metrô afirmou que o funcionário foi demitido por justa causa e que "repudia o abuso sexual e não compactua nem tolera a postura individual deste ex-funcionário”.

Exame.com – Beatriz Souza - 04/06/2015

Nenhum comentário: