domingo, 7 de junho de 2015

Calçamento do Rio Antigo é achado em obras do VLT no Centro

Calçamento em estilo pé de moleque é, provavelmente, do século XIX. Iphan ainda decidirá o que vai ser feito com o material encontrado.

Operários das obras do Veículo Leve sob Trilhos (VLT), no Centro, encontraram a cerca de 50 centímetros abaixo do asfalto da Avenida Rio Branco, esquina com a Rua Santa Luzia, o que parece ser um calçamento de um Rio de Janeiro do passado, provavelmente do século XIX, época em que a urbanização utilizava o calçamento do estilo pé de moleque, com uma pedra ao lado da outra.

Segundo arqueólogos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o instituto aguarda um documento da arqueóloga particular da empresa VLT, responsável pela obra, para que decidir o que vai ser feito com todo material encontrado. Enquanto isso, no canteiro de obras, somente estudos de engenharia para medir os níveis do terreno têm sido feitos.

Um dos trechos da antiga rua vai ser preservado e a ideia dos arqueólogos é que seja colocada uma espécie de manta protegendo as pedras. Por cima, virá o concreto e depois o asfalto que vai receber os trilhos do VLT.

Outras partes também já têm destino certo. Arqueólogos afirmaram que uma parte desse calçamento vai ser desmontado e será inserido num projeto de paisagismo da cidade no Centro do Rio. Outras partes vão ser desmontadas e o material será levado pro laboratório de arqueologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Essa não é a primeira vez que as obras na região central da cidade terminam com uma descoberta de verdadeiros tesouros. Em 2012, na Zona Portuária, os operários encontraram um antigo cais na altura da Rua Sacadura Cabral. Historiadores afirmam que o Valongo foi a porta de entrada de milhares de escravos no Brasil.


G1 – 05/06/2015

Nenhum comentário: