terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Procon autua SuperVia por novos problemas com trens no RJ

Trem na SuperVia: após receber a notificação, a SuperVia tem prazo de 15 dias para apresentar defesa.

Rio de Janeiro - Pela segunda vez nos últimos dias, o Procon-RJ, autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor do Rio de Janeiro, autuou hoje (12) a SuperVia por problemas em dois trens dos ramais de Santa Cruz e Saracuruna, zona oeste da capital.
De acordo com a assessoria do órgão, uma composição do ramal de Santa Cruz parou por causa de pane no equipamento de conexão com a rede aérea, o que acabou forçando os passageiros a caminhar sobre os trilhos até a estação de Inhoaíba.
Já no ramal de Saracuruna, um trem ficou sem luz e apresentou problemas nas portas, atrasando a viagem em 30 minutos.
“O Procon agiu com base no Código de Defesa do Consumidor (CDC). De acordo com o Artigo 6° do CDC, o consumidor tem o direito de adequada prestação dos serviços públicos. Além disso, o código, em seu Artigo 22, informa que órgãos públicos ou concessionárias são obrigados a fornecerem serviços eficientes e seguros”, esclareceu o órgão, em nota distribuída à imprensa.
Após receber a notificação, a SuperVia tem prazo de 15 dias para apresentar defesa.
Se as justificativas não forem aceitas, a concessionária será multada. O valor da multa será calculado com base na receita bruta registrada pela concessionária nos últimos três meses.
No último dia 8, a SuperVia foi autuada pelo Procon-RJ pelo acidente envolvendo, no dia 5, dois trens do ramal de Japeri.
O choque ocorreu na altura da Estação Presidente Juscelino, em Mesquita, Baixada Fluminense, deixando mais de 200 pessoas feridas.

Exame.com – Alana Gandra - 12/01/2015

Nenhum comentário: