quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Agetransp multa Supervia por problemas em trens no Rio de Janeiro

A agência reguladora estabeleceu a multa de R$ 39 mil por um dia de caos em fevereiro de 2013.
A SuperVia, concessionária dos serviços ferroviários do Estado do Rio de Janeiro, recebeu multa de R$ 39.145,57 por um incidente ocorrido em 2013. A penalidade foi aplicada pela Agetransp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes do Rio), em sessão realizada na última segunda-feira (6). A agência também negou provimento a dois recursos da concessionária e manteve multas de R$ 61.251,00 e R$ 27.926,67 por outros incidentes em 2010 e 2011, respectivamente. O total de multas é de R$ 128.322,67.
O incidente de 22 de fevereiro de 2013 foi ocasionado pelo travamento do equipamento que liga o trem à rede aérea. Na ocasião, houve desembarque de passageiros na linha férrea, 31 atrasos e cinco viagens suprimidas. A provável causa do problema foi fadiga ou defeito interno de um dos componentes do equipamento.
Além da multa, a Agetransp manteve penalidades decorrentes de um incidente no dia 4 de outubro de 2011, quando um trem teve a barra de união quebrada, provocando separação entre os carros da composição, e pela interrupção na circulação de um dos ramais no dia 16 de novembro de 2010. A paralisação dos trens só foi normalizada mais de 12 horas após o incidente.
Em nota, a SuperVia informou que, referente à ocorrência de 2013, aguarda publicação oficial da decisão para analisar possíveis recursos. A concessionária reitera que respeita a fiscalização da agência e coloca-se à disposição para esclarecimentos e informações.

R7- 07/10/14

Nenhum comentário: