sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Trabalhadores do metrô de Salvador (BA) param obras após morte de operário

Eldo Alves, de 25 anos, despencou de um poste e morreu na quarta-feira. Paralisação acontece por tempo indeterminado até o resultado da perícia.

Os trabalhadores das obras do metrô de Salvador paralisaram as atividades, na manhã desta quinta-feira (7), por tempo indeterminado. A decisão foi tomada depois de assembleia da categoria, no Terminal do Retiro, mobilizada pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada e Montagem Industrial (Sintepav-BA). A medida é por conta da morte de um funcionário que despencou de um poste e morreu na quarta-feira (6).

Eldo Pereira Alves, de 25 anos, era funcionário terceirizado de um empresa que prestava serviços para a CCR, chegou a ficar pendurado por um equipamento de segurança e ser internado no Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu.

"Paramos toda a obra do metrô por tempo indeterminado por conta do acidente. É uma comoção total entre os trabalhadores e as trabalhadoras. Vamos ver se vai ocorrer alguma perícia para saber o que aconteceu no poste. Se a deficiência foi no próprio poste ou se no guincho. O cinto existia, ele ficou dependurado pelo cinto, mas foi imprensado pelas duas partes do poste que caíram", afirmou o sindicalista Irailson Warnoaux.

Acidente

Segundo a CCR, concessionária que administra o sistema, a vítima do acidente fazia o serviço de transferência de linha elétrica em um poste da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba).

A queda ocorreu na altura do Morro do Águia, na Baixinha de Santo Antônio, em um pátio que serve para transporte de vigas do metrô. O trabalhador ficou pendurado pelo equipamento de segurança e, em seguida, foi resgatado por socorristas do Samu e do Salvar.


G1 – 07/08/2014

Nenhum comentário: