sexta-feira, 13 de junho de 2014

Metroviários da Trensurb (RS) farão assembleia à tarde e podem deflagrar greve

O Sindicato dos Metroviários (Sindimetrô) da Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensurb) vai realizar uma nova assembleia, às 17h desta sexta-feira, para analisar se a categoria entrará em greve. Os metroviários esperam receber outra proposta da empresa. Além do aumento salarial, os trabalhadores reivindicam pagamento de cestas básicas.

O presidente do Sindimetrô, Luís Henrique Chagas, aponta que a empresa havia oferecido um plano de carreira para a categoria, que segundo ele, só iria favorecer os funcionários com pouco tempo de casa. Porém, com o pedido da inclusão de cestas básicas, a Trensurb teria proposto o cancelamento do plano e o pagamento das cestas. No entanto, o presidente afirma que a categoria não aprovou a substituição das ofertas.


O reajuste salarial oferecido seria de 15% a 17%, além da reposição da inflação retroativa a maio. O sindicato também criticou o plano de carreira, que teria sido elaborado apenas pela empresa, sem contar com o apoio dos servidores para a formulação.

No entanto, o presidente da Trensurb, Humberto Kasper, declara que os servidores têm a melhor proposta salarial do país. Além disso, Kasper garante que a empresa propôs pagamento de R$ 700 em vale-alimentação, além de percentual por risco de vida aos operadores. A assessoria de imprensa da Trensurb ainda não soube informar se a empresa oferecerá uma nova proposta à categoria.



Correio do Povo – 13/06/2014

Nenhum comentário: