quinta-feira, 26 de junho de 2014

Metrô de SP começa a instalar câmeras dentro de cabines de maquinistas

enquanto isso...
Operadores acusam a empresa de tentar intimidá-los por causa da greve no começo do mês

O metrô de São Paulo começou a instalar câmeras dentro das cabines de trens, o que levou à insatisfação dos operadores. Eles acusam a empresa de tentar intimidá-los, depois da greve da categoria que durou cinco dias, encerrada no início do mês. Ao menos duas composições já ganharam os aparelhos, ambas da frota H, que circula na Linha 3-Vermelha.
De acordo com operadores de trens daquele ramal, as câmeras foram instaladas há cerca de três semanas.

"O mais grave é que essa câmera já existia no trem e focalizava o espaço reservado para cadeirantes no primeiro salão de passageiros, mas agora a colocaram dentro da cabine", disse um empregado que não quis ser identificado, temendo retaliações do Metrô.

Esse profissional relatou ainda que boatos de que a empresa, controlada pelo governo do Estado, planejava instalar câmeras nas cabines já circulavam antes da paralisação — que terminou com 42 demitidos.

— Até que ponto a greve acelerou essa intenção, já não sei.

Pouco antes de a paralisação ter início, em maio, funcionários que comandam trens chegaram a usar os microfones instalados nas cabines para informar os passageiros do risco de greve. O presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco, condenou a atitude na ocasião.
Por meio de nota, o Metrô informou que tem feito "testes com câmeras de monitoramento nas cabines de alguns trens, com o objetivo melhorar a capacidade de análise e esclarecimento das ocorrências técnicas registradas durante a operação do sistema".

Nesse sentido, um dos operadores ouvidos pela reportagem afirmou que os trens possuem uma "caixa-preta", onde são registradas todas as ações.

Segundo o Metrô, "a tecnologia de monitoramento, comum na atualidade e já utilizada em outros modais de transporte e outras redes metroferroviárias, busca a melhoria contínua dos processos, procedimentos, equipamentos e sistemas".

A empresa foi questionada, mas não informou quantas câmeras já foram instaladas nos trens.

Alckmin

Em encontro com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), na terça-feira (24), o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) pediu que as demissões dos metroviários grevistas fosse reconsiderada, mas isso foi negado.

“Colocaram a questão do Metrô e não vai haver reintegração de nenhum dos demitidos", disse Alckmin, em evento no Palácio dos Bandeirantes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

R7 – 26/06/2014

Comentários do SINFERP

É mais um passo do Metrô com padrão CPTM, onde a prática de câmera na cabine de maquinista não é recente.  Evidente que, no Metrô, com a finalidade de intimidação ao pós-greve.

12 comentários:

Anônimo disse...

sempre achei que os trens da frota H e os modernizados ja vinham com cameras nas cabines.

SINFERP disse...

Não, Anônimo. Isso é prática nos trens da CPTM, com a finalidade de vigiar os maquinistas. Mesma finalidade têm as câmeras nas estações e nos pátios.

Paulo Lima disse...

As vezes pensava também que as Câmeras nas cabines dos Trens, vinha junto com a fabricação de acordo com os Modelos dos Trens. Parece que isso não, e CAF ou Alstom que fábrica sos Trens só coloca se a CPTM e o Metrô mandar. Ou seja, isso é estratégico RIDICULA do Governo de querer vigiar o trabalhador se não está dormindo, se não está conversando muito, se nao está mexendo no Celular e até(nao duvido) se está sentado com postura correta. Gente do céu!!! Isso é RIDICULO!! E é verdade mesmo Sinferp, isso é coisa desses P.... desses Diretores da CPTM e Metrô de querer mostrar Poder e Arrogância total perante aos humildes trabalhadores que só lutaram pelos seus direitos trabalhistas.
Uma pergunta simples: Porque o Metrô, CPTM, ônibus e outros Orgãos , não entraram em greve durante os dias da Copa(não precisa ser todo dos jogos nao, mais que entre em greve, para mostra a Mídía Internacional como é NOJENTO O NOSSO GOVERNO, por exemplo.), como tinham combinado?? E outra, porque nem se quer ocorreram grandes protestos durante a Copa?? O pessoal estava tudo combinando... parece que só daquele de junho do ano passado mesmo dai o governo de forma para agradar, baixou as tarifas e o País já ficou uma maravilha. Será que seja por isso que não precisa de mais protestos??
Nem mesmo a Seleção sendo campeão ou não(torno que o Brasil não ganhe mesmo!!!) temos que fazer novas paralisações no Pais! Por exemplo, eu não me conformo com o péssimo serviço de transporte daqui de Campinas(SP) e o Monopolismo que a Região é dominada pelo Grupo do Sr Berlanino, que faz aqui o que quer??? Por isso que todos os Projetos de Trens de ligar a SP a Campinas os Estudos são concluídos para depois ser engavetados, e a luta pela CPTM até Campinas parece que já anda "morrendo" e quando apresentei a proposta do VLT só para circular aqui no Centro da Cidade, fui duramente criticado no Evento de transporte, e ainda me chamaram de "retardado sonhador". Passei raiva nesse dia.
Aqui na Região de Campinas, está tudo Monopolizado de um grupo só, que impede que os projetos ferroviários segue em frente. Por exemplo do antigo VLT foi fracassado na década de 90, porque esses mesmo Grupo da Rápido Luxo(Berlanino) não deixou que os trens fosse até os Bairros distantes e possivelmente até o Aeroporto de Viracopos.
Voltando ao assunto das câmeras, vejo que isso é uma ARROGÂNCIA DESSE DIRETOR DA CPTM, junto com Jurandir Fernandes e Geraldo Alckimin, tudo para mostrar "Estupidez e Poder" diante aos trabalhadores Humildes. Estou muito revoltado!!!

SINFERP disse...

Várias perguntas e várias respostas, Paulo:
1)as câmeras são opcionais. Enquanto isso, item de fábrica como sensor de descarrilamento em trens da CAF são desativados pela CPTM, pois poderiam frear automaticamente a composição por conta de desnivelamento na via permanente.
2)As datas-base das categorias (ferroviários, metroviários e rodoviários) não coincidem, motivo que dificulta uma greve unificada em uma mesma data.
3) sindicato dos rodoviários pelegou, motivo, depois, de greve espontânea dos motoristas.
4) sindicatos de ferroviários pelegaram na maior cara dura, e manobraram, com ajuda da CPTM, como puderam para desinformar e desmobilizar a categoria.
5) Em nossa opinião o sindicato dos metroviários exagerou, pois não tinha apoio de dezenas de outros movimentos que seriam fundamentais para sustentar o movimento.
6)"Imaginamos" que os movimentos tenham recuado no período da Copa, pois não contariam com simpatia da população. Devem voltar quando o evento terminar, e com muita força se a seleção brasileira sagrar-se campeã. Estamos, porém, especulando.

Anônimo disse...

Essa e a cultura "Big Brother" que o Governo do Estado implantou para sufocar qualquer opinião contrária.
Instalação de câmeras em trens e abrigos, patrulhamento das redes sociais da internet (com o auxílio dos ferro-fãs bajuladores) e o peleguismo dos sindicatos de base. Na CPTM, os sindicatos só servem para entregar cabeça de funcionário.
Cenário de terra arrasada.

SINFERP disse...

Sim, Anônimo, literalmente terra arrasada. Temos alertado os ferroviários para a presença de "gansos" nas redes sociais, especialmente em grupos de ferroviários.

Anônimo disse...

na ultima assembleia do sindicato da sorocabana, realizado dentro das dependencias da CPTM em na oficina de presidente altino, haviam duas cameras apontadas diretamente para a categoria, sem contar a presença de toda a chefia. na hora da votaçao, fizeram a contagem errada e sumiram no mapa de um modo de dar inveja a qualquer ninja.

CPTM e METRO trata seus funcionarios como se fossem um fardo. nao a toa a CPTM é a recordista de reclamaçoes trabalhistas e tem um gasto enorme com tudo isso (dinheiro publico mal investido). enquanto isso as terceirizadas (as empresas, nao os funcionarios) mandam e desmandam nessas empresas, bem como deve ocorrer em outras estatais e orgaos do governo. isso é lastimavel e por isso que estamos na situaçao que estamos.

SINFERP disse...

Sim, famosa a assembleia do sindicato na Sorocabana dentro do cercadinho da empresa.
Bem, o que mais esperar das terceirizadas na CPTM, quando o presidente da empresa afirma que "aprendemos muito com elas". Não, não é assim que necessariamente ocorre em outras estatais, pois quase sempre elas, terceirizadas, não cuidam de atividades estratégicas. CPTM chega ao máximo de abrir licitação para a contratar serviços de supervisão.

Paulo Lima disse...

Obrigado pelo comentário amigos!! E obrigado ao Sinferp por me responder, quanto mais me responde, mas dar vontade e participar das Opiniões e acessar o Blog.
E realmente, quando todo Grupo do Sindicato entra nas Empresas para fazer reuniões, as Chefias das Empresas sempre sugerem reunião em Salinhas com Câmeras com boa qualidade em HD e sem falar que possar ter Microfones escondidos para gravar as conversas, ou alguém com Celular ligado e deixando no "modo de gravar" para pegar todas as conversas nas Reuniões, e depois entregar para Chefias da Base da CPTM e "queridinhos" do Jurandir Fernandes e do Governador. Ou uma coisa que sempre alerto a todos Sindicados e a vocês do Sinferp que são Sindicatos, tomem muito cuidado que sempre tem uma "Cobrinha traidora" que finge de ser "Grande amigo' e por traz possa está com intenção de entregar para as Chefias e Diretores da Empresa. Isso é só um alerta que dou a vocês.Isso na verdade, é em todo lugar, principalmente no Ambiente Profissional.
Falo isso, porque já pessei por isso, por ser integrado por "Falsos Colegas" que por traz é uma "Cobrinha".

SINFERP disse...

O que não faltam são os traíras da própria categoria. Os "gansos", "X9", como conhecidos na CPTM, que participam de tudo, para depois entregar relatório para as gerências. Figuras abjetas.

Paulo Lima disse...

Pois eh Sinferp. Isso é só um alerta que dou para vocês, tomar muito cuidado com essas "cobrinhas".
Foi igual aqui mesmo no Evento de Mobilidade Urbana que teve aqui em Campinas, onde teve gente que foi só para defender Empresas de ônibus e Cargos Políticos, cara!! Que Ridículo esse negocio. E quando mostrei minha proposta de um possível VLT para Circular no Centro de Campinas(para fazer parte da Revitalização do Centro), deram risada, falaram que a solução é mais ônibus, BRTs e ainda queriam me "esfregar na minha cara" de que o VLT de Campinas não deu certo e que as obras do VLT de Cuiabá estão demoradas. Ou seja, o VLT no Brasil está infelizmente com imagem suja, temos que limpa a sua imagem). E maioria eram Funcionários já de Carreiras do Orgão de Transito e ligados a Política, que só estavam defendendo seus "umbigos". E sobre minha proposta os Caras queriam excluir minha ideia, teve uma hora que quando um "Veio Leigo" que não sabe nada de transporte e foi apresentar mais ônibus com tarifas baixas e gratuito(nem mesmo no meio do transito caótico da Cidade), ele foi aplaudido. Como pode isso????? Que raiva!!! A minha ideia do VLT excluída. Mais vou lutar até o fim com isso. E o Povo não entende, o tipo de VLT que proponho, não tem nada haver com aquele VLT que Campinas teve no passado.

Pois eh Sinferp. Eu , voçes e o Peter Alouche. Temos que lutar muita ainda para fazer uma Mobilidade Urbana diferente e sustentável para as Cidades Brasileiras. Apesar que Cuiabá(MT), Santos(SP) e Rio(Porto Maravilha) vai dar exemplo Nacional. Ainda não estamos animados e queremos que mais Cidades adotem esse tipo de transporte. Abraços Sinferp e a todos amigos aqui do Blog!

SINFERP disse...

Tem muita gente lutando, mas o desequilíbrio de forças é imenso.