sexta-feira, 23 de maio de 2014

Trens do VLT chegam em navio no Porto de Santos, SP

Viagem da Espanha até o Brasil durou um mês e meio. Em 2015, VLT ajudará na mobilidade de mais de 2,5 milhões de pessoas.

Os primeiros trens do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) que será utilizado na Baixada Santista, no litoral de São Paulo, chegaram nesta quinta-feira (22) em um navio que atracou no Porto de Santos.

O navio Grande Buenos Aires, de bandeira italiana, chegou ao Porto de Santos na noite desta quarta-feira (21), mas começou a descarregar os trens do VLT somente pela manhã. Por volta das 7h30, os trens saíram dos porões do navio. A embarcação também carrega trens que serão destinados a outras cidades do Brasil. A operação de desembarque deve durar cerca de três horas.

Os trens vieram da Espanha e a viagem até o Brasil durou um mês e meio. O navio saiu do porto espanhol no dia 7 de abril. O modelo do trem é o Tramlink, da Vossloh, com sete carros e capacidade para 400 passageiros. Além dele, outros dois serão fabricados na Espanha. Os 19 restantes, dos 22 previstos no contrato, serão fabricados no Brasil pela Vossloh Cogifer. O cronograma de entregas dos veículos será finalizado em agosto de 2015.

No total, 22 VLTs circularão no trecho entre a Esplanada dos Barreiros, em São Vicente, e o Terminal Porto, em Santos. Cada composição transportará 400 passageiros, dos quais 72 sentados. O trajeto levará 30 minutos entre os dois pontos limites do trajeto. E correrá de forma silenciosa sobre os trilhos, podendo desenvolver até 70 km/h, sincronizado com a abertura dos sinais em cruzamentos com outros veículos nas cidades. O VLT vai operar das 5 horas à meia-noite e, de madrugada, passará por manutenção. Será integrado a linhas de ônibus e bicicletários.

A operação comercial no primeiro trecho tem previsão para início de fevereiro. Já os testes iniciais deverão ocorrer em julho deste ano. Em 2015, a população já poderá se deslocar com o novo modal de transporte, que trará para a região mobilidade a mais de 2,5 milhões de pessoas.


G1 – 22/05/2014

5 comentários:

Paulo Lima disse...

A cada dia que passa, me faz dar vontade de Conhecer Santos(SP), Cuiabá(MT) e Porto Maravilha do Rio de Janeiro. Só pelos VLTs, já considero uma Cidade Bonita e bem urbanizada, quando se tem o VLT do tipo "Bondinho moderno".
Já estou pensando em juntar $$$ para ir a Santos na inauguração do VLT, e conhecer de perto o sistema(realizando o meu sonho) e fazer muitas fotografias e videos(já coleciono videos de trens) e pela 2º vez da minha vida andando novamente nesse sistema(na 1º vez foi quando viajei para Servilla(Espanha) em 2011, e adorei de andar no VLT). Apesar que o VLT de Cuiabá e Rio de Janeiro também quero conhecer depois.
Aproveitando que estarei passeando em Santos, também vão vou deixar de passear nos Bondes antigos e no trólebus rsrsrrs(a importância da preservação).

Abraços a todos

Anônimo disse...

Prefiro mil vezes um sistema deste de média capacidade do que o tal do monotrilho........

SINFERP disse...

Trólebus vai encontrar em São Paulo. rsrsrs O tal monotrilho é uma incógnita, mas, de fato, VLT é mais seguro e harmônico.

Paulo Lima disse...

Por falar em VLT, olhe essa notícia bombástica sobre o VLT de Cuiabá. Se vocês quiserem postar o Link, agradeço.

Link:
http://www.mtagora.com.br/politica/proximo-alvo-da-pf-pode-ser-o-vlt/71306488

É uma pena, estão admitindo que esse VLT do MT nao fica pronto nem em 10 anos. Espero que seja só uma critica por criticar, mais nao duvido nao, pelo passos de tartaruga que se encontra as obras.
Sobre o VLT de Santos, esse sim, vai ser o primeiro do Brasil a ficar pronto. E capaz do VLT do Rio de Janeiro ficar pronto primeiro e o de Cuiabá ainda em obras longe do fim. E de envergonhar mesmo....

SINFERP disse...

Não é de duvidar, Paulo.