terça-feira, 20 de maio de 2014

Colisão entre trens deixa mortos perto de Moscou

Acidente envolveu trem de carga e trem de passageiros. Segundo autoridades locais, pelo menos cinco pessoas morreram.

Um trem de carga e outro de passageiros colidiram nesta terça-feira (20) nas proximidades de Moscou, deixando cinco mortos e pelo menos 15 feridos, informou o Ministério do Interior russo.

O acidente teria acontecido perto da estação Bekasovo, a cerca de 80 km da capital do país, quando várias composições do trem de carga descarrilaram e atingiram a outra locomotiva.

O acidente aconteceu às 12h32 locais (5h32 de Brasília).

As agências russas, que citam outras fontes, mencionam de 11 a 45 feridos. Pelo menos cinco pessoas estão em condição crítica, segundo uma autoridade local citada pela agência "Ria Novosti".

"Um dos vagões do trem de passageiros foi atingido por um contêiner do trem de mercadorias.

Os serviços de emergência se esforçam para retirar as vítimas deste vagão", afirmou o coordenador dos resgates, Vadim Andronov, segundo a France Presse.

Dezesseis vagões do trem de mercadorias, que transportava contêineres, descarrilaram e bateram em um trem de passageiros que seguia de Moscou para Chisinau.

Dois vagões do trem de passageiros foram atingidos, segundo a empresa russa de ferrovias RDZ.


G1 – 20/05/2014

2 comentários:

Paulo Lima disse...

E olha que é um Pais onde tem uma das maiores malhas ferroviárias do mundo, disputando com a Europa Inteira, China e Índia. E mais modernas.
E acidentes também podem ocorrer, por falhas mecanicas, imprudência humana mesmo e etc. O Problema na India é que os Trens são muitos velhos e o Governo de lá há mais de 40 anos que não renova as frotas, e sem falar da superlotação.
No Brasil.... deixa pra lá.... mataram todas as ferrovias pelo interior do Pais,. No máximo só tem o Trem da Vale entre BH a Vitoria e Alguns Trens Metropolitanos. E fala -se no tal TAV que é campeão de adiamentos e no final vai pra gaveta temporariamente, e Governo do Estado fala-se em Trens Reginais em época de eleição. Isso já virou rotina no Brasil.

SINFERP disse...

Bem, em São Paulo temos apenas a CPTM e a Estrada de Ferro Campos de Jordão. Nada mais restou.