domingo, 27 de abril de 2014

Em Cuiabá (MT), presidente Dilma Rousseff faz defesa da implantação do VLT

VLT deveria ter sido concluído em março, mas só deve ficar pronto em 2015. Dilma também visitou a Arena Pantanal, que vai receber 4 jogos da Copa.

A presidente Dilma Rousseff, em visita oficial a Cuiabá nesta quinta-feira (24), fez uma defesa pública da implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na capital mato-grossense. "O VLT é a base, o início para todo um sistema integrado de transporte, que será essencial", disse Dilma, durante a solenidade de entrega de casas do Programa Minha Casa Minha Vida em um bairro da capital. O VLT, ressaltou Dilma, é um investimento que a cidade precisa para crescer com qualidade no transporte de massa.

A obra de implantação do VLT em Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital, está orçada em R$ 1,4 bilhão e deveria ter sido concluída em março. O atraso nos dois eixos do VLT já levou o governo a descartar a previsão inicial, que era implantar o novo sistema até o Mundial de futebol, para reconhecer que o modal só começará a ser utilizado pela população a partir de 2015.

Dilma Rousseff também minimizou o impacto que as obras tanto do VLT quanto as demais obras de mobilidade têm provocado na população cuiabana, com interdições e desvios nas principais avenidas da cidade. Ela disse que é importante ter "a casa arrumada para a Copa", mas que os mato-grossenses devem estar abertos para recepcionar bem os turistas. Segundo a presidente, as grandes intervenções no trânsito "a princípio é um problema, mas depois se torna solução".

Casas e formatura

Dilma Rousseff participou na manhã desta quinta-feira da entrega de 638 casas casas do Residencial Altos do Parque II, do programa Minha Casa Minha Vida. Em seguida, a presidente visitou a Arena Pantanal, estádio construído em Cuiabá para receber quatro jogos da Copa do Munod. À tarde a presidente deve participar da formatura de 1.200 estudantes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).


G1 – 27/04/2014

2 comentários:

Paulo Lima disse...

Nao sei... pelo que eu saiba,o PT e pro-BRT, eles nao gostam de VLT não. Porque nas suas Cidades onde governam, só se tem Projetos de BRT, e quando tinha-se planos de VLT, passa para BRT tudo com quele "mi mi mi" de desculpas. Olha São José dos Campos(SP) e Jundiaí(SP) por exemplo. Governadas pelo PT e PCdoB(base aliada). Mais tudo bem, nao quero entrar em mais detalhres partidarios nao, mais é isso ai.
E outra, essa Dilma nem sabe o que está apoiando, se na hora Cuiabá desiste o VLT, pega aqueles carros comprados e resolvem vender ou queimar tudo, e mudar o projeto para BRT. Ela vai apoia o BRT. Tudo que vc mostre pra ela, ela vai apoiar. Ela apoia é os BRTs!!!! Isso sim, sobre o VLT, acho que ela nem sabe o que é.
Desculpe até pela minha critica, mais é a revolta e o povo nao enxerga isso.

Abraços pessoal.

SINFERP disse...

Neste caso ela tem que elogiar, pois a obra está em pleno andamento.