segunda-feira, 10 de março de 2014

Sobe para sete número de feridos em descarrilamento de trem da SuperVia, no Rio

A via-crúcis dos passageiros de trens no Rio de Janeiro não tem fim. No início da manhã desta segunda-feira (10), mais uma vez eles enfrentaram problemas, desta vez com feridos, quando uma composição descarrilou próximo à estação de Deodoro, no subúrbio do Rio de Janeiro. De acordo com os bombeiros, há sete feridos.
Segundo a Supervia, concessionária que administra as linhas férreas da região metropolitana do Rio de Janeiro, o fluxo de trens, que havia sido prejudicado pelo acidente, já foi normalizado. Ainda não há informação sobre o que causou o descarrilamento.
Quatro vítimas foram encaminhadas para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, no Subúrbio do Rio, e três pessoas foram levadas para o Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo, na Zona Oeste.
De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde informou, o estado de saúde dos pacientes Ana Kelly Neri Regine, Beatriz de Souza Silva, Sandra Conceição dos Anjos Almeida e Maria de Fátima Costa Vitória, encaminhadas para o Hospital estadual Carlos Chagas, é estável. Matilde Alves Crispin Braga de Almeida, Valdirene Costa e José Antônio de Lima foram levados para o Hospital Estadual Albert Schweitzer.
Em função do descarrilamento, os trens do ramal de Japeri circulavam com acréscimos de 10 minutos por volta das 7h30, como informou a SuperVia.
A Agência Reguladora de Transportes (Agetransp) abriu um boletim de ocorrência para apurar as causas do descarrilamento.
Jornal do Brasil – 10/03/2014

Comentário do SINFERP


Até onde vai essa história da SuperVia.

2 comentários:

Anônimo disse...

Bem , ai vem a Copa ??????? Estamos preparados ............parece rotina.

SINFERP disse...

E tudo acaba em alguma multa depois aplicada pela tal Agetransp...