terça-feira, 5 de novembro de 2013

Rio irá receber novos trens chineses ainda em 2014

Em missão oficial à China, o Governo do Estado do Rio confirmou a antecipação de setembro para abril da entrega dos primeiros novos trens comprados em 2012 para reforçar a frota da concessionária SuperVia. A previsão é de que 14 das 60 composições já estejam no Rio de Janeiro até setembro. Quando todos os veículos estiverem em operação, a oferta diária será ampliada em mais 576 mil lugares para os passageiros do sistema ferroviário.

As empresas China National Machinery Import and Export Corporation (CMC) e a Changchun Railway Vehicles Co. Ltd. (CNR) formam o consórcio responsável pela fabricação das novas composições. A compra dos 60 trens está sendo financiada com recursos do empréstimo de US$ 600 milhões, captado junto ao Banco Mundial. Os veículos seguirão o mesmo padrão das outras 30 composições chinesas adquiridas anteriormente.

- A China é o maior parceiro comercial do Brasil, com grande contribuição do Rio de Janeiro – disse o vice-presidente da CMC, Chen Hualing.

Trinta unidades já em operação

O trabalho de recuperação do sistema ferroviário começou com a compra pelo Estado de 30 novos trens chineses, entregues em 2012. As composições também foram financiadas pelo Banco Mundial e fabricadas pelo consórcio chinês. No total, foram investidos U$166 milhões.

Com capacidade para até 1,2 mil passageiros cada, os veículos contam com tecnologia de ponta e modernos circuitos de tração e frenagem.

As composições também são dotadas de interiores mais amplos e confortáveis, equipados com painéis de LED, circuito interno de TV, ar-condicionado e bagageiro.

Os 30 trens já estão em operação e representam um aumento de oferta de 288 mil novas viagens por dia na SuperVia. A CMC forneceu, ainda, 19 trens ao MetrôRio por US$ 148,2 milhões.


Correio do Brasil – 05/11/2013

4 comentários:

Paulo Humberto disse...

kkkk, ou seja, esperamos que o produto seja de boa qualidade, porque todo mundo sabe que produtos chineses nunca foi 100% de boa qualidade. Ou seja, pode ser que as panes de trens continue ou nunca mais ocorra. Se continuar já esperavamos porque os Produtos são Chineses, ou se nao ocorrar mais panes significa que confiaremos nos novos Produtos de boa qualidade.
E outra, o prazo até 2014. Significa que os governantes só estão pensando nos Gringos e não na população mais uma vez. Esses Trens novos só estão vindo por causa da Copa, e se não fosse a Copa? Dai fica uma "X questão" na dúvida....

SINFERP disse...

TUDO, no que diz respeito a transporte coletivo, está sendo pensado com olhar na Copa. É uma pena. Vamos esperar para saber da qualidade dos trens chineses, pois novos no país. De qualquer forma, bem mais baratos do que os "nacionais".

Anônimo disse...

industria ferroviaria pior que a espanhola está pra nascer. melhor um trem chines que um espanhol.

SINFERP disse...

Ah, mas a conversa é que trem espanhol, "montado" no Brasil, é trem nacional. Pode?