quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Novo trem regional da Bombardier

A Bombardier Transportation apresentou nesta quarta-feira (25/09), na França, seu novo trem de dois andares (double-deck), o Omneo Regio 2N.

O trem é maior que um TUE convencional. O trem pode ser formado por seis a dez carros, podendo chegar a um comprimento total 135 m. É capaz de viajar a uma velocidade de entre 160 km/h e 200 km/h.

Enquanto espera para a certificação a empresa construiu nove trens, eles farão viagens de teste a partir de Janeiro de 2014, operados pela SNCF que verificarão a confiabilidade operacional antes do pleno funcionamento.

Na fábrica da Bombardier perto de Valenciennes, na França, as equipes de projeto se dizem  prontas para garantir a produção e entrega de todos os 129 trens em dois anos.

Até à data, as regiões Aquitânia, Bretanha, Centro, Nord-Pas de Calais, Provence-Alpes-Côte d' Azur e Rhône-Alpes tem pedidos para essa primeira leva de 129 trens. O contrato permite um máximo de 860 trens.

Uma pesquisa realizada pela Unife (Associação da Indústria Ferroviária Europeia) mostra que a demanda por trens regionais deve permanecer alta, chegando a 4.000 carros por ano no período de 2014 a 2016. França, Alemanha e Reino Unido representarão mais de metade do mercado de TUEs regionais do mundo.


Revista Ferroviária – 25/09/2013

4 comentários:

Leoni disse...

A CPTM estuda (segundo a apresentação dos seus projetos na 16ª Semana da Tecnologia Metroferroviária) a implantação de três trens expressos no futuro utilizando composições pendulares de dois andares (double decker), (podendo ser dois se considerarmos a reunificação das linhas 7 e 10):

Expresso Noroeste (Linha 7 Rubi)
-5 estações (Francisco Morato, Franco da Rocha, Caieiras, Lapa, Água Branca).
~183 mil pass/dia (2014)

Expresso Oeste Sul (Linha 8 Diamante)
-4 +2 estações (Barueri, Carapicuíba, Osasco e Pinheiros), com previsão de prolongamento até Alphaville e Tamboré.
~216 + 44 mil pass/dia (2014)

Expresso Sudeste (Linha 10 Turquesa)
-6 estações (Luz, Brás, Tamanduateí, São Caetano, Santo André e Mauá).
~416 mil pass/dia (2014)
Poderia se reunificar as linhas 7 e 10 entre Mauá e Francisco Morato, como eram antigamente.

Eis os fatores que justificam a implantação trens de dois andares em algum desses trens expressos;

- A altura (h) do cabo de alimentação de 3 kVcc x pantógrafo atende.
- Atendimento de poucas estações (caso da linha 8).
- Demanda pequena (no caso dos expressos Noroeste e Oeste Sul).
- Trens de dois andares poderiam transportar mais passageiros (praticamente o dobro) com menos composições, pois a quantidade poderia ser regulada em conformidade com a demanda.

SINFERP disse...

Interessante, Luiz, mas, como você mesmo disse, "no futuro". Funcionários da CAF ironizam funcionários da CPTM dizendo que as condições de nossa via permanente não seriam aceitáveis, na Espanha, nem nos pátios.

Leoni disse...

Pode haver necessidades de se fazer ajustes, como repotencialização de algumas subestações, e trocas de alguns trilhos, porém de execução breve em prazo curto e custo baixo.
- Para a altura da carruagem (h~=4,3m) o cabo de alimentação (catenária) de 3 kVcc x pantógrafo atende, podendo trafegar em linhas convencionais.
- A capacidade mínima requerida da via permanente é de 30 t/eixo (cargueiro), sendo recomendável a utilização de trilho TR-65, e dormentes de concreto.
- Fornecidos na largura de 3,15 m (padrão) e bitola 1,6 m, não existem necessidades de adaptações nas estações, mesmo sendo os pendulares, pois sua inclinação se dá somente no momento que trafega nas curvas (exceto se a estação for curva) não recomendável.
- Potência= ~ 3000 kW.
- Trens de dois andares poderiam transportar 60 % mais passageiros, além da quantidade de composições poder ser ajustada em conformidade com a demanda (horários de pico).
- O nº máximo recomendável de passageiros por m² é de 6 pessoas, (e não 8 conforme indica a CPTM).
- No mínimo 4 portas por lado semelhantes aos trens suburbanos, sendo que as duas centrais serem bloqueadas para longos percursos.
- Acesso a cadeirantes e necessidades especiais só no 1º piso, (mesmo sendo as do tipo piso rebaixado).

Com relação a postagem para trens double decker além deste existe no PORTOGENTE, Amantes da ferrovia, Trens de dois andares, Bombardier, Alstom, CAF.

SINFERP disse...

Valeu, amigo Leoni, valeu!