domingo, 13 de outubro de 2013

Içamento do Aeromóvel prejudicará o Trensurb (RS) na manhã desta segunda

Na manhã desta segunda-feira, o A200 - segundo veículo da linha da tecnologia Aeromóvel da Trensurb - será içado até a via elevada. Com isso, as composições da Trensurb circularão em via única no trecho que compreende as estações Aeroporto e Anchieta das 10h às 16h. Durante a preparação e realização dos serviços de içamento, as composições passarão em ambos os sentidos, nas plataformas das estações Aeroporto e Anchieta, pela via Sul-Norte. Com isso, os usuários nessas estações devem observar com atenção os indicadores de destino dos trens. No restante do sistema, não haverá alterações.

Dois caminhões carregam as partes do veículo articulado A200. Eles deixaram a unidade da fabricante T’Trans Sistemas de Transportes S.A., em Três Rios (RJ), às 11h55min de quarta-feira. Por se tratarem de caminhões extralongos e extralargos, só podia trafegar durante o dia e a uma velocidade de até 50 quilômetros por hora. O A200, que tem capacidade para 300 passageiros, peso (quando montado) de 17,56 toneladas e comprimento de 25,1 metros, será içado e montado na via elevada que conecta o metrô ao Aeroporto Internacional Salgado Filho.

A montagem da parte externa do veículo, com o encaixe no truque e a instalação da sanfona que conecta as duas caixas que o compõem deve levar cerca de dois dias. Depois será a vez da montagem dos componentes mecânicos, que deve durar até cinco dias. Só a partir daí é que serão realizados os testes estáticos e, após sua conclusão, as primeiras movimentações do veículo, ainda sem passageiros.

O projeto da primeira linha da tecnologia Aeromóvel em operação comercial no Brasil é uma iniciativa da Trensurb e totalmente desenvolvido no país, usando tecnologia 100% nacional e movimentando uma cadeia produtiva com mais de 50 fornecedores. Os veículos suspensos, movidos a ar, permitirão integração e acesso rápido e direto dos usuários do metrô ao terminal aeroportuário. O trajeto de 814 metros, com duas estações de embarque, é percorrido em dois minutos. A linha já opera experimentalmente com um veículo com capacidade para 150 passageiros, em dias úteis, das 10h às 16h, sem cobrança de passagem.

Desde o início da circulação experimental, em 10 de agosto, mais de 57 mil pessoas já foram transportadas em mais de 3 mil viagens. A operação comercial, durante todo o horário de funcionamento do metrô – das 5h às 23h20min – deve iniciar em novembro. Os dois veículos funcionarão alternadamente conforme a demanda. O projeto é orçado em R$ 37,8 milhões.


Correio do Povo – 13/10/2013

Nenhum comentário: