domingo, 6 de outubro de 2013

Audiência pública debate ajustes do projeto do VLT na Baixada Santista (SP)

Uma das questões abordadas foi o local por onde os trilhos passarão. VLT está previsto para começar a funcionar em junho de 2014.

Uma audiência pública foi realizada nesta sexta-feira (4) para discutir ajustes do projeto das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), em Santos e em São Vicente, no litoral de São Paulo.

Uma das principais questões abordadas no encontro foi por onde os trilhos irão passar. Inicialmente, o trajeto proposto era pela antiga linha do trem na avenida Francisco Glicério. Posteriormente, o traçado foi levado para o canteiro central da via. De acordo com o promotor de Meio Ambiente, Daury de Paula Júnior, as mudanças estão sendo estudadas pelo Ministério Público. "O ministério agora acertou com a EMTU e recebeu um relatório para demonstrar porque a mudança é melhor do que a versão original", explicou.

Segundo o presidente da EMTU, Joaquim Lopes, a ideia é deixar o projeto igual nas duas cidades. "Se olhar o projeto todo vindo de São Vicente, ele está sempre no canteiro central pela acessibilidade, pela facilidade que ele promove das conversões à direita e por menos impacto que ele vai trazer sobre a situação do sistema viário do local", disse.


Além do traçado do VLT, outro assunto foram as feiras que ocorrem na avenida Francisco Glicério, que terão de mudar de local devido as obras. "A gente precisa viabilizar a feira e o transporte e essas coisas não são conflitantes, só precisam estar em locais separados", comentou a secretária adjunta de Gabinete, Débora Blanco.

O VLT está previsto para começar a funcionar em junho de 2014.


G1 – 05/10/2013

Nenhum comentário: