domingo, 15 de setembro de 2013

RJ: trem é atingido por tiro em porta de embarque, diz Supervia

Um trem da SuperVia depredado. Pela foto, porém, mesmo
que não fosse depredado, já estava depredado
Um trem que seguia de Santa Cruz para a Central do Brasil no Rio de Janeiro foi atingido por um tiro na tarde de sábado. A informação foi divulgada pela Supervia, concessionária que administra o serviço de trens, por meio de nota neste domingo. Ninguém se feriu. 
De acordo com o comunicado, o maquinista da composição percebeu a presença de homens armados às margens da via férrea às 16h30, quando passava entre as estações Padre Miguel e Realengo. O condutor acionou o Centro de Controle Operacional e, ao continuar a viagem, escutou o barulho de disparo de arma de fogo.
Em seguida, os agentes fizeram uma vistoria no trem e se asseguraram de que nenhum passageiro havia se ferido. A composição seguiu o trajeto até a estação final, quando passou por uma perícia que identificou uma marca de tiro na parte superior da porta de embarque do primeiro vagão. O caso foi registrado na 33ª Delegacia de Polícia, em Realengo.
A Supervia afirma que têm sido vítima de atos de vandalismo que têm prejudicado a circulação dos trens no Rio. Ela cita casos de tiros disparados na rede aérea, furto de cabos, depredação de janelas e portas dos trens, além de arremessos de pedras e outros objetos contra as composições ou em direção à ferrovia. Em nota, concessionária diz que os casos estão sendo investigados pela Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados. 
Terra – 15/09/2013

Comentário do SINFERP


Ué? Não está pacificado? Não há como e nem porque negar que trens metropolitanos (subúrbios) são vítimas de atos de vandalismo.  Esse reconhecimento, porém, não pode servir para desculpas das concessionárias sobre problemas de circulação, na maior parte das vezes devidos a causas que têm como origem as próprias concessionárias. 

2 comentários:

Paulo Humberto Lima disse...

Por isso que muita gente recomenda para quem gosta de passear de Trem(tipo como nós que amamos a Ferrovia) a nao andar nos Trens de Suburbio do Rio. É um perigo fatal, porque é muitos assaltos dentro do trem e nas Estações(principalmente em Bairros e Cidades afastadas da Regiao do Rio) e até os Proprios moradores que ultilizam o trem estao sujeitos a assaltos, imagina nós entao se um dia fazer o Turismo nos Trens?? Perigo!
Tenho muito vontade de andar nos Trens da CPTM, andar no Expresso Turistico, nos Trens da ABPF, nos Trens da CBTU de BH e Recife, em Salvador e andar até de VLTs em Cuiabá e Santos quando estiverem prontos e etc. Mais andar nos Trens do Rio de Janeiro não. Nao porque sou Anti-Rio de Janeiro. Adoro a Cidade, o problema é a falta de segurança nesses Trens da Supervia. E esses Trens fazem a maioria das ligações entre a Estação Central do Brasil(onde tem muita Gente igual a Estação da Luz de Sao Paulo) as Cidades Suburbanas do Rio(onde a pessoa dorme na Cidade e trabalha no Rio) e infelizmente pela precariedade do Governo e até da Própria Sociedade Cívil mesmo, faz que o indice de criminalidade aumenta e faz também ter assaltos constantes nos Transportes Públicos.

SINFERP disse...

A rigor não tem esse perigo todo, mas de fato é mais perigoso do que São Paulo, embora não estejamos com essa bola em segurança. É uma viagem interessante.