sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Linha 7-rubi da CPTM segue com trecho bloqueado após descarrilamento

Enquanto isso...
A linha 7-rubi da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) continua parcialmente interditada na manhã desta sexta-feira (20). Os trens não circulam entre as estações Franco da Rocha e Baltazar Fidélis e, neste trecho, os passageiros são atendidos por ônibus gratuitos do Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência).

Na quarta-feira, um trem de carga descarrilou próximo à estação Franco da Rocha e atingiu o último vagão de uma composição da CPTM. Treze pessoas ficaram feridas, a maior parte com ferimentos leves.

Ontem (19), o secretário dos Transportes Metropolitanos de São Paulo, Jurandir Fernandes afirmou que a linha seria reaberta parcialmente hoje e que deve estar funcionando normalmente na segunda-feira (23). Segundo a CPTM, não há previsão de horário de quando o trecho será reaberto hoje.

O governador Geraldo Alckmin disse que comunicará ao governo federal que pretende encerrar após 2016 o compartilhamento dos trilhos da CPTM entre veículos de passageiros e de carga.

"Comunicamos à ANTT [Agência Nacional de Transportes Terrestres] e à MRS [empresa responsável pelo trem] que queremos diminuir a zero o trem de carga durante o dia -- eles precisam se adaptar durante a noite-- e comunicando também que depois de 2016 não tem mais", afirmou.

Segundo Alckmin, dos 75 trens de carga que utilizam os trilhos da CPTM diariamente, 25 circulam durante o dia. "Transporte [sobre trilhos] de carga é importantíssimo, precisa ser estimulado, mas não pode mais conviver."

Folha de São Paulo – 20/09/2013

Nenhum comentário: