sábado, 23 de julho de 2011

O antigo "pré-metrô" do Rio de Janeiro (RJ)

Acima, uma rara imagem do VLT Cobrasma (similar ao VLT que rodou em Campinas), sendo usado como "Pré-Metrô" no Rio de Janeiro.

Na foto, ele está usando pantógrafos e captação de energia por rede aérea. Anos mais tarde eles rodaram usando terceiro trilho (750 V C.C.).

Segundo informações recentes, há algumas unidades no pátio/oficinas do metrô do RJ, todos desativados.

A foto é de um cartão postal da Bélgica, mencionando o trem.

Comentário do sindicato:

Este texto, bem como a foto, é reprodução de um post (O “Pré Metrô” do Rio de Janeiro), do blog Brazil Railway. Pelo que é de nosso conhecimento, alguns desses trens são os que vieram para Campinas (SP). 

2 comentários:

Jose Roberto disse...

Realmente é um dos trens que circulou na linha 2 do metro do rio sim . Eles tem modificações caracteristicas . Na Belgica ele é usado nas ruas , então as escadas são mais baixas . No Rio , como operam em plataforma tiveram que fazer uma adaptação no piso que é visivel na foto ( em cada porta ). As cores tb. são dos que foram usados na linha 2 do metrô do Rio . Era previsto circularem apenas no pré- metrô , que seria de Maria da Graça a Pavuna , mas acabaram circulando na linha 2 , de Estacio a Maria da Graça . E foi complicado , pois as estações são projetadas para 8 carros de metrô e circulavam trens articulados de apenas 4 carros , ocupavam menos que a metade da plataforma . Esse trem tem 3 tipos de freios . O elétrico , o pneumatico e o freio de via , magnetico , que são placas que abaixam e fazem atrito no trilho de rolamento . Muito complicado , pois as vezes ele atua intempestivamente e não sinaliza o motivo , deixa o piloto doido .

SINFERP disse...

Gratos pelas informações, José Roberto.