domingo, 6 de março de 2011

Saiba o que é monotrilho (monorail)

Monotrilho ou monorail é uma ferrovia constituída por um único trilho, em oposição às ferrovias tradicionais que possuem dois trilhos paralelos. Um dos mais antigos monotrilhos do mundo, o de Wuppertal na Alemanha, foi construído em 1901 e ainda se encontra em funcionamento.
Existem dois tipos principais de monotrilho: nos monotrilhos suspensos os carros estão localizados debaixo do trilho e suspensos por cima. No modelo mais popular, o veículo encaixa-se no trilho. Existe ainda um outro modelo, no qual as rodas são colocadas dentro do trilho.
Os monotrilhos modernos são movidos por energia elétrica e têm normalmente pneus em vez das usuais rodas de ferro. Estes pneus rolam por cima e pelos lados do trilho, de forma a fazer movimentar e estabilizar o trem.
No Brasil, o único sistema de monotrilho existente é o de Poços de Caldas. De propriedade particular, a linha elevada interliga o terminal rodoviário da cidade até a área central, totalizando 6 km de extensão e 11 estações. Atualmente, o monotrilho está desativado e uma parte da via foi destruída em 2003, impossibilitando o reinício imediato das operações. Há planos para a sua revitalização e reativação.
O Governo do Estado de São Paulo anunciou em 2009 a intenção de construir linhas de monotrilhos na capital como alternativa de menor custo para a expansão da rede metroviária.

Vantagens

1 - A principal vantagem dos monocarris em relação aos sistemas de carris convencionais é que necessitam de muito menos espaço, tanto na horizontal como na vertical. A largura necessária é determinada pelo tamanho do veículo e não pelo tamanho da linha; sendo normalmente, elevados, ocupam muito menos espaço no chão, sendo este limitado praticamente ao pilares de sustentação.
2 - Devido ao pouco espaço que ocupam no chão, são mais atrativos que os sistemas elevados convencionais e visualmente apenas impedem a visão de uma pequena parte do céu.
3 - São menos ruidosos, já que usam rodas de borracha quando em contacto com o solo.
4 - Os monotrilhos são capazes de subir, descer e virar, mais rapidamente que os trens convencionais.
5 - São mais seguros, já que não descarrilam e, como são elevados, não se chocam com pessoas e veículos em trânsito.
6 - São mais baratos e mais fáceis de construir, especialmente quando comparados com os sistemas de metrô.

Desvantagens

1 - Os monotrilhos necessitam da sua própria “estrada”
2 - Ocupando menos espaço no chão do que os sistemas elevados convencionais ocupam mais espaço do que os sistemas subterrâneos.
3 - Os desvios implicam que uma parte da linha fique suspensa no ar, num determinado espaço de tempo. Ao contrário dos desvios convencionais, um trem que circule nessa linha suspensa pode descarrilar, com o risco adicional de cair de uma altura de vários metros do chão.
4 - Numa emergência, os passageiros não podem sair imediatamente, visto não existirem plataformas para desembarque, e é necessário que sejam recolhidos por um veículo de emergência. Se houver um incêndio na composição a situação é catastrófica para os usuários.

Fonte primária Wikipédia


No vídeo, o velho monotrilho de Wuppertal, ainda em ação.





Um moderno monotrilho de Tókio, contrastando com o antigo modelo alemão.




2 comentários:

Tiago Herculano disse...

Bom Dia!

Estou a procura de como funciona este sistema de pneus e não estou achando nada sobre. Poderia me dizer se estes pneus ficam em contato com a coluna ou se haverá uma mini via sob o trilho onde estes pneus ficarão apoiados?

SINFERP disse...

Tiago. Ao que sabemos Paulo Roberto respondeu para você diretamente via e-mail. Se isso não aconteceu, favor entrar em contato conosco.